Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(386)Você está em:
  • Home »
    • Câmara em ação
      • » Tópicos

Tópicos

Selecione datas para filtrar: a OK
Palavra-chave: Michibiki, a versão japonesa do sistema de posicionamento global 01/11/2018

O Michibiki é a versão japonesa para um sistema de satélites de posicionamento global. Quatro satélites foram lançados entre 2010 e 2017. Três deles realizam uma órbita peculiar que, vista da Terra, se parece com o número oito, sobrevoando os céus do Japão rumo à Austrália. As órbitas foram projetadas para que mais de um satélite esteja sempre sobre os céus do Japão.

Quando satélites operados pelos Estados Unidos são empregados para enviar sinais para um serviço de GPS, este não se encontra disponível de maneira estável. Isso ocorre porque às vezes os sinais de GPS são bloqueados por edifícios nas cidades e por florestas nas regiões montanhosas. Por outro lado, o Michibiki é capaz de transmitir sinais equivalentes aos sinais de satélite de GPS. Trata-se de um efeito equivalente ao de acrescentar um satélite de GPS a mais em torno do zênite, permitindo que o sistema forneça dados de posicionamento precisos e de maneira estável. Além de sistemas de navegação para automóveis e outros, espera-se que o sistema seja aplicado em uma ampla gama de áreas, tais como levantamentos e gestão de desastres.

O Michibiki pode ainda ser empregado em áreas localizadas em uma longitude similar à do Japão, como, por exemplo, partes da Ásia e Oceania. Além disso, o governo planeja expandir seu emprego para uma ampla gama de países. No entanto, muitas nações do mundo desenvolvem seus próprios sistemas de satélites de posicionamento global e a competição no setor está crescendo. Por exemplo: a China posicionou 35 satélites para seu sistema BeiDou, dos quais 17 já se encontram em operação. Ele cobre 30 países na região Ásia-Pacífico. Pequim também tem agido para a construção de infraestrutura terrestre nesses países. Já o Japão estabeleceu uma meta para iniciar operações de um sistema de sete satélites até o ano fiscal de 2023. Há, porém, várias questões que Tóquio precisa lidar em termos de desenvolvimento estratégico internacional. (da NHK World Japan)



Últimas

2019/06/19 » Rendimento de títulos do governo japonês cai temporariamente para menor valor em quase 3 anos
2019/06/19 » Japão e EUA podem finalizar acordo comercial nos próximos meses
2019/06/19 » Renault dá sinais de que vai aceitar plano de reestruturação da governança da Nissan
2019/06/19 » Maioria dos meios de transporte no Japão volta a operar normalmente após terremoto de terça
2019/06/19 » Terremoto de magnitude 6,7 atinge norte do Japão
2019/06/18 » Imunoterapia será principal droga contra câncer, diz Nobel de Medicina
2019/06/17 » Japão, EUA e União Europeia decidem promover o hidrogênio como fonte de energia
2019/06/17 » Chefe da ONU pede criação de órgão independente para investigar ataques a petroleiros
2019/06/17 » Japão propõe mecanismo internacional para descarte de resíduos nucleares
2019/06/15 » Montadora japonesa iniciará venda de ônibus com sistema capaz de detectar quando motorista estiver incapacitado de dirigir
2019/06/15 » Abe relata a Trump por telefone sobre sua visita ao Irã
2019/06/15 » Ministros de países do Grupo dos Vinte debatem sobre meio ambiente e energia em encontro no Japão
2019/06/14 » Ministro da Defesa do Japão diz não ser necessário enviar Forças de Autodefesa por causa dos ataques a petroleiros
2019/06/14 » Especialista americano alerta companhias japonesas contra ataques cibernéticos chineses
2019/06/14 » Governos do Japão e dos EUA concordam em continuar realizando negociações sobre acordo comercial
2019/06/14 » Governo japonês planeja difundir rede 5G aproveitando semáforos
2019/06/14 » Japão vai ressaltar importância de segurança no setor de energia em reunião do G-20
2019/06/13 » Premiê Abe se reúne com o aiatolá Khamenei
2019/06/13 » Premiê do Japão exorta presidente do Irã a atenuar tensões no Oriente Médio
2019/06/13 » Departamento americano de Estado saúda visita do premiê japonês ao Irã

Ver mais »