Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(402)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Entidade
        • » Atividades

Atividades

A Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil é uma sociedade civil sem fins lucrativos, representativa da classe empresarial, que tem por finalidade a integração de interesses econômicos, políticos e sociais, tendo como filosofia objetivar a busca de resultados. A entidade visa aos seguintes objetivos:

  1. promover o intercâmbio comercial entre o Brasil e o Japão, além de estimular e cooperar com as atividades de comércio, indústria e serviços que se estendam a ambos os países;
  2. cooperar para o desenvolvimento dos sócios em relação às atividades comerciais, industriais e de prestação de serviços;
  3. apresentar parecer global das atividades comerciais, industriais e de prestação de serviços desenvolvidas pelos sócios aos governos brasileiro e japonês;
  4. atuar na mediação de problemas originados pelas atividades dos sócios, em busca de soluções amigáveis.

Para alcançar seus objetivos, a Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil exerce as seguintes atividades:

  • Pesquisa e coleta de dados relativos ao intercâmbio comercial, industrial e de prestação de serviços entre o Brasil e o Japão;
  • Publicação de estudos sobre a produção, a economia e a legislação brasileira;
  • Manutenção das relações necessárias junto a órgãos públicos e entidades governamentais para a efetivação dos objetivos da Câmara;
  • Promoção de conferências e reuniões de estudo sobre as economias do Brasil e do Japão;
  • Publicação de periódicos;
  • Realização de visitas de estudos e observação a fábricas e produtores regionais;
  • Promoção de atividades que visem ao entendimento entre sócios;
  • Demais eventos e atividades necessários à efetivação dos objetivos citados.

Informações sobre o Brasil
No sentido de adaptar às condições locais, a entidade oferece às empresas associadas, principalmente as de origem japonesa, mais informações sobre o Brasil como pode-se citar alguns itens:

  1. aperfeiçoamento no fornecimento aos sócios, de informações relacionadas ao Brasil como realização de palestras nos almoços mensais, ou em reuniões e seminários, de autoridades governamentais (ministros, governadores, presidente ou diretores do Banco Central, BNDES entre outros), políticos, empresários, "experts" em assuntos de interesse da Câmara (economistas, advogados, cientistas políticos entre outros), abrangendo temas econômicos, políticos, sociais, legais, enfim, de interesse dos sócios; programas de visitas às diversas regiões do país, para conhecimento "in loco" das potencialidades regionais, bem como de alguns empreendimentos específicos;
  2. maior aproximação da Câmara com a sociedade brasileira: possibilitar às empresas associadas contatos com autoridades governamentais, parlamentares, professores, empresários, convidando-os para almoços mensais, reuniões, seminários e outros eventos; estreitar o relacionamento com entidades congêneres, ou seja, Câmaras de Comércio de outros países; aprofundar o relacionamento com universitários, além de possibilitar a jovens estudantes, programas de visitas a empresas tanto no Brasil como no Japão; colaborar de forma direta ou indireta, com o governo na proposição de políticas socioeconômicas, participando da discussão de temas de relevância, para fornecimento de subsídios técnicos e de depoimento sobre a experiência obtida em outros países, que possam ser úteis ao Brasil.

Organograma
A Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil (CCIJB), para melhor agilizar os seus trabalhos, possui sete Comissões e dez Departamentos Setoriais

  1. Coordenação Geral - Coordenação geral das atividades da Câmara, desenvolvimento de atividades e eventos diversos, conciliação de datas na programação, serviços da Secretaria, promoção das reuniões dos presidentes de Departamentos Setoriais; atividades em geral, não abrangidas pelas outras comissões. Engloba também assuntos relacionados à segurança.
  2. Finanças - Obtenção de recursos suficientes para garantir as atividades da entidade (inclusive reajustes das contribuições associativas), constituição de uma estrutura financeira sólida, supervisão das contas da Câmara, inclusive receitas e despesas, orçamentos e balanços.
  3. Marketing e Relações Públicas - Prospecção de novas empresas associadas (principalmente empresas japonesas instaladas no Brasil ainda não-associadas), relações públicas em geral, aprimoramento do site, atendimento à mídia, contatos com palestrantes, captação das necessidades e sugestões dos associados.
  4. Planejamento e Estratégia - Assessoria geral para que a gestão da Câmara se dê sem percalços; propositura de estratégias e políticas para a administração e o desenvolvimento da entidade.Abrange as atividades do Conselho das empresas de Manaus.
  5. Desenvolvimento Profissional Mútuo - Condução das viagens de estudos, visitas a fábricas e almoços de confraternização; edição da enciclopédia “Brasil Contemporâneo”, atividades de intercâmbio cultural e educacional em geral, projetos para dinamização da Câmara.
  6. Trabalhista e de Gestão Empresarial - Atividades pró-ativas tendo em vista a tendência de aumento do número de empresas locais (que utilizam o idioma português) e do staff brasileiro das empresas associadas, a fim de atender às suas necessidades. Planejamento de palestras e eventos de trocas de informações a respeito de assuntos trabalhistas - sobretudo gestão trabalhista e de recursos humanos – e de gestão empresarial.
  7. Intercâmbio entre Empresas de Diversos Ramos - Realiza atividades para atender às necessidades das empresas que utilizam o idioma japonês, inclusive empresas brasileiras da comunidade japonesa e empresas japonesas instaladas no Brasil.
  8. Promoção de Intercâmbio Econômico Nipo-Brasileiro - Trata de problemas e desafios econômicos envolvendo os dois países, inclusive EPAs (Economic Partnership Agreements, nome que o governo japonês dá a acordos de livre comércio de ampla abrangência) e Mercosul.
  9. Preços de Transferência - Atuará no debate entre os associados sobre a questão de Preços de Transferência, orientando-lhes, sempre com a finalidade de observar os conflitos interpretativos das normas e de localizar oportunidades de redução da carga tributária.
  10. Jurídica - Planejamento de seminários e eventos de trocas de informações a respeito da complexidade e das vicissitudes das leis brasileiras. Abrange temas jurídicos e tributários.
  11. GIE – Grupo de Investidores Estrangeiros - Representação da Câmara Japonesa junto à GIE; assuntos relacionados às principais câmaras estrangeiras no Brasil; contatos com a Embaixada e os Consulados japoneses.
  12. Meio Ambiente - Comissão constituída para atender a essa demanda que o momento exige.
  13. Relações com a Comunidade Nipo-Brasileira - Ensino da língua japonesa (Fundação Japão), Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, Fundo do Centenário da Amizade e Cooperação Nipo-Brasileira e outros assuntos relacionados à comunidade japonesa no Brasil.
  14. Comemorações dos 70 Anos da Câmara.

Departamentos:

  • Consultoria e Assessoria;
  • Financeiro;
  • Comércio Exterior;
  • Eletroeletrônico;
  • Metalmecânica;
  • Automotivo;
  • Fiação e Tecelagem;
  • Gêneros Alimentícios;
  • Produtos Químicos;
  • Transportes e Serviços;
  • Construção e Imobiliária.

Atividades da Secretaria:
A Secretaria executa e coordena os serviços necessários ao funcionamento da Câmara, além de fazer traduções das principais leis, normas e decisões de ordem político-econômica de interesse dos associados, informações através do website, e de promover atividades de relações públicas.

Centro de Consulta Empresarial
A partir de março/97 foi criado nesta entidade o Centro de Consulta Empresarial, a cargo do Departamento de Consultoria e Assessoria.O Centro presta assessoria - orienta, oferece apoio e informações - às empresas japonesas já estabelecidas, bem como às que queiram se instalar no país,não necessariamente associadas à Câmara. O atendimento é feito na Secretaria da Câmara.