Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(427)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias da Câmara

Notícias da Câmara

Selecione datas para filtrar: a OK
(Teams) Realizada a reunião conjunta dos órgãos governamentais e entidades privadas japoneses no Brasil 14/12/2020

A Câmara, através do presidente Toshifumi Murata e demais membros da Diretoria Executiva, participou na manhã do dia 14 de dezembro, da Reunião Conjunta dos Órgãos Governamentais e Entidades Privadas do Japão no Brasil ("Kanmin Godo Kaigi"). 

Conjuntura atual e perspectivas das relações entre o Brasil e o Japão foram discutidas na ocasião, com base em análises e depoimentos dessas instituições. Presidida pelo embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, o encontro contou com a participação de representantes de entidades privadas e órgãos governamentais japoneses no Brasil como da Embaixada, dos consulados japoneses, câmaras de comércio, entre outros. Sadaji Hayashi, diretor da Divisão da América Latina e do Caribe, do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão (Relações Exteriores) e Ryosuke Kuwana, também participaram da reunião. 

Sadaji Hayashi comentou sobre os impactos da pandemia da Covid-19 neste ano; sobre a severa situação econômica para ambos os países, citando previsões da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), a taxa de crescimento do PIB do Japão neste ano será de menos 5,3%, o Brasil de menos 6,0% e a taxa de crescimento do PIB mundial em 2021 de 4,2%. Ele explicou que os membros da Câmara, que atuam na linha de frente dos negócios no Brasil, estão com dificuldades, e disse que gostaria de utilizar as opiniões e solicitações dos participantes deste encontro na política governamental. 

As relações Brasil-Japão foram obrigadas a ser canceladas em vários campos, e os eventos olímpicos e paralímpicos serão adiados para o próximo ano. Embora as discussões sobre Acordo de Parceria Econômica - APE (em inglês, EPA - Economic Partnership Agreement) Mercosul-Japão também tenham sido suspensas, a reunião de chanceleres em outubro e o estabelecimento do arcabouço do Diálogo Trilateral Brasil-EUA-Japão (JUSBE) em novembro tornaram o Brasil um importante papel da cooperação Japão-EUA. A partir do próximo ano, as mudanças nas relações EUA-China e nas relações com a União Europeia estarão mudando devido ao nascimento de um novo governo dos EUA. Sobre o governo do primeiro ministro Yoshihide Suga explicou o fortalecimento das relações com o Brasil na área digital, respondendo às mudanças climáticas, fortalecimento das exportações agrícolas e o apoio à entrada do Brasil na OCDE.  

Yoshio Ando, conselheiro da Divisão da América Latina e do Caribe, do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão (Relações Exteriores) comentou sobre o fortalecimento das relações Japão-Brasil com 50.000 residentes japoneses, a maior comunidade japonesa do mundo no exterior com 2 milhões de nikkeis. Proteção aos japoneses, problemas de tráfego devido à pandemia da Covid-19, retomada da entrada de pessoas com status de residência a partir de outubro, medidas para facilitar o retorno de viagens de negócios de curto prazo, consideração de retomada do tráfego entre Japão e Brasil, melhoria do bem-estar da comunidade japonesa, com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA - Japan International Cooperation Agency). Explicou como melhorar o ambiente de negócios por meio da colaboração. 

Como um relatório da Câmara de Comércio e Indústria Nipo-Brasileira do Amazonas sobre "Situação empresarial e perspectivas futuras na pandemia", Takahiro Honda, presidente da entidade, primeiro explicou a história da propagação do novo coronavírus na cidade de Manaus-AM, e o status da resposta. Em seguida, o número de associados da entidade, as vendas totais das bases industriais de Manaus, as vendas por departamentos, o número de funcionários na Zona Franca de Manaus (ZFM), as medidas de segurança contra roubo nos ônibus para funcionários do complexo industrial, infraestrutura como logística e rodoviária.  

O Sr. Yoshiji Wada, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Sul, fundou a entidade em 1974. Ele explicou sobre a nomeação do representante. 

Toshiya Asahi (Mitsui & Co. Brasil), presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Rio de Janeiro, disse que no campo de petróleo e gás natural, que é liderado pelo estado do Rio de Janeiro, o preço internacional das commodities do petróleo caiu devido à pandemia, e o custo e investimento da Petrobras foram reduzidos. Campo de desenvolvimento de petróleo a montante com poucos danos. Continuação da produção de petróleo bruto no pré-sal, cancelamento das licitações federais e redução dos royalties. Ele explicou sobre a queda na receita do turismo. 

Shoji Yamanaka (Yamanaka Shoji), vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Nipo-Brasileira do Pará, disse que a pandemia causou grandes danos à economia do Estado do Pará. Ele explicou em detalhes sobre os dados mensais da infecção pela Covid-19 e a situação de óbitos de residentes japoneses e descendentes no estado. 

Em nome da Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Japão do Paraná, o deputado federal Luiz Nishimori (PL-PR) disse que tem revisto sua vida e estilo de trabalho durante a pandemia, e o parlamento brasileiro tem tido problemas com a adoção de formatos de reuniões online desde abril. Além disso, as reformas tributária e administrativa, programadas para o final deste ano devido à pandemia serão adiadas para o próximo ano. O setor agrícola e pecuário do Brasil tem apresentado um bom desempenho, respondendo por 43% do total das exportações, apesar do naufrágio da crise da Covid-19. Ele disse que está empenhado em promover a exportação de carne bovina brasileira ao Japão no próximo ano. Ele explicou sobre o fornecimento estável pelo Brasil de alimentos para o Japão e outros países. 

Toshifumi Murata, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, comentou sobre as atividades da entidade em 2020. O ambiente em torno das empresas-membros foi muito dramático devido à pandemia, mas, ao mesmo tempo, vê mudanças positivas à frente no futuro. Segundo ele, a economia global e o ambiente político e econômico do Brasil influenciaram fortemente nas empresas em seus respectivos departamentos setoriais aos quais cada uma pertence. Explicou resumidamente as vozes de cada departamento anunciadas nos fóruns realizados recentemente, e sugeriu a quem estiver interessado em dados detalhados, acessar o site da entidade. 

O estágio inicial da atividade da Câmara no slide 3 da apresentação abaixo é principalmente sobre a disseminação de informações sobre o novo coronavírus e o compartilhamento de informações entre os membros. No final de março, também foi realizado um questionário para confirmar o estado de evacuação das empresas associadas. O almoço, que é um dos grandes pilares das atividades da Câmara, foi cancelado, e a assembleia geral de março foi realizada com um pequeno número de pessoas. O simpósio dos presidentes dos departamentos setoriais, que acontece duas vezes ao ano, neste ano foi realizado em fórum virtual, seis vezes, de agosto a dezembro.   

Em 24 de setembro, o presidente, o presidente da Comissão de Finanças, Nobuyoshi Fukumoto e Atsushi Okubo, presidente da Comissão de Inovação e PMEs abordaram sobre o panorama da pandemia do novo coronavírus no Brasil. 

O número total de participantes em seminários patrocinados pela Câmara, por empresas membros (escritórios de advocacia e empresas de consultoria) e seminários co-patrocinados com a Jetro ultrapassou 7.000 pessoas. Era impossível reunir esse número em eventos presenciais. As mudanças causadas pela pandemia têm possibilitado muitas empresas associadas participarem dessa nova forma.   

No final de setembro, a Câmara elaborou um questionário com a Jetro, São Paulo sobre o impacto da pandemia no slide 5 nas atividades corporativas para viagens e reabertura de escritórios. Olhando para quantos expatriados e famílias que evacuaram temporariamente ao Japão e voltaram ao Brasil, mais de 70% dos expatriados retornaram durante este ano, mas cerca de metade das famílias será no próximo ano ou depois. Além disso, espera-se que metade dos novos funcionários seja transferida a partir do próximo ano. Espera-se que o movimento de mudança da gestão corporativa centrada em expatriados do Japão para funcionários locais do Brasil se acelere no futuro. 

A maioria das empresas vem recomendando e dando continuidade às operações de escritórios remotos, exceto fábricas, e ferramentas e ambientes da web estão sendo desenvolvidos. Além disso, algumas empresas associadas estão considerando e implementando a redução ou relocação de escritórios. Para o trabalho remoto, é necessário estabelecer regras e métodos de gestão. Nos escritórios e fábricas, a necessidade de elaborar protocolos de higiene. Além disso, algumas empresas fornecem assistência a funcionários para trabalho remoto. 

Como um indicador econômico para observar as atividades corporativas dos membros no slide 6, as vendas no varejo caíram em abril e voltaram ao nível do início do ano em setembro. No entanto, olhando os detalhes (vendas no varejo por produto, índice com fevereiro como 100), há diferenças em cada setor. Móveis e utensílios domésticos estão se recuperando rapidamente. Os supermercados nunca foram negativos e apresentaram aumento. Livros, artigos de papelaria etc. continuam diminuindo consideravelmente. Os materiais de construção estão se recuperando rapidamente devido ao aumento da demanda. Em comparação com o mesmo mês do ano passado, o número de automóveis vendidos está se aproximando do mesmo nível de outubro de 2019, mas a queda em abril-junho é muito severa, e o número de automóveis vendidos no ano fiscal deve ser de cerca de 85% do ano anterior. A produção de minérios e industrial e a utilização de equipamentos também se recuperaram aos níveis pré-pandemia depois de atingir o fundo do poço em abril. No slide 7, com base nos indicadores econômicos, são extraídos e explicados oconteúdo do fórum online de várias empresas associadas. 

A indústria automobilística, no slide 8, enfrenta desafios de médio e longo prazos, além da batalha para compensar a partir do próximo ano a queda na produção e nas vendas devido à pandemia. Resposta a novas mudanças ambientais, como controle de infecção. Construir uma estrutura de negócios resistente ao risco cambial, aumentando a taxa de ajuste atual de uma perspectiva de longo prazo. Conformidade com os regulamentos de emissão de gases, solicitações ao governo. É necessário incorporar movimentos globais, como compartilhamento de carros, eletrificação e conexão. No fórum, o governo brasileiro é solicitado a promover a reforma tributária e os dois governos são convidados a concluir o APE Mercosul-Japão. 

Com relação ao Departamento de Bens Básicos (construção), a situação é positiva no lado macro, e é difícil responder no nível micro. Além disso, é necessário negociar uma revisão do contrato com um proprietário difícil por causa do colapso do equilíbrio entre oferta e demanda, o aumento dos preços dos materiais de construção devido à desvalorização do real em relação ao dólar e os crescentes custos trabalhistas devido ao aumento da demanda por construção estão afetando a gestão. Por outro lado, o setor como um todo se tornou um boom sem precedentes, à medida que indivíduos e investidores individuais estão aumentando sua disposição para comprar novos condomínios, devido ao aumento da demanda por armazéns de distribuição em decorrência do aumento do comércio eletrônico e taxas de juros mais baixas. 

Quanto ao Departamento de Metal-Mecânica no slide 9, os mercados que as empresas membros enfrentam são diversos e, embora cada uma tenha suas próprias características e não possam ser explicados em detalhes, geralmente sofreram grandes danos na produção, vendas, manutenção etc. na fase inicial. Desde então, todos os mercados se recuperaram. Entre elas, algumas indústrias que estão fazendo movimentos extremamente fortes, como a indústria de máquinas para construção civil e a de máquinas do setor agrícola, núcleos da indústria do Brasil. 

No Departamento de Equipamentos Elétricos, Informação e Comunicação, o impacto com a desvalorização do real é muito grande, e em mais da metade dos membros o desempenho dos negócios irá deteriorar mesmo após a recuperação. Além do progresso dos aplicativos de negócios e operações baseadas em nuvem com base no estabelecimento de serviços em casa, as licitações de alocação de frequência 5G estão programadas para serem realizadas em 2021, e o mercado brasileiro se tornará um mercado global durante a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China. Isso está atraindo a atenção. O governo brasileiro foi forçado a escolher entre os Estados Unidos e a China, mas ainda não chegou a nenhuma conclusão. Uma das características do setor é a competição com os coreanos. O departamento fez fortes pedidos para a conclusão do APE Mercosul-Japão. 

Por fim, sobre o ambiente e as perspectivas em torno do slide 10, observa-se a influência pela taxa real brasileira, que oscila constantemente de forma acentuada, e o gráfico no canto superior esquerdo do slide 10 mostra investidores estrangeiros que têm vendido pouco a pouco suas posições desde 2019.  

Por outro lado, em 2020, o equilíbrio financeiro deteriorou-se significativamente. A dívida total como porcentagem do PIB aumentou de 75,8% em 2019 para 98,2%. O Banco Central deixou a taxa de juros Selic em 2%, mas o rendimento dos títulos do governo de 10 anos aumentou para cerca de 8%. A faixa de prêmio de risco de longo prazo também está se expandindo. 

A continuidade da reversão da tendência da taxa real ou a responsabilidade do mercado pela deterioração do equilíbrio financeiro dependerá da reforma tributária a ser realizada em 2021 e do futuro da reforma administrativa. Além disso, o mercado está prestando atenção no orçamento de 2021, que dificilmente será acertado neste final de ano, especialmente a lei do teto de gastos públicos, e em colocar água potável na redução da pobreza. 

O ambiente ao redor das empresas membros, as tendências do setor, mercados financeiros e conjuntura política. Esta Câmara deseja continuar a divulgar informações para beneficiar as empresas associadas. 

O embaixador Akira Yamada estava otimista em relação a este ano no final do ano passado, mas mudou de opinião com a pandemia do novo coronavírus. Muitas indústrias estão se recuperando, enquanto a economia brasileira foi severamente afetada pela disseminação da Covid-19. 

Embora o governo federal tenha atrasado nas reformas estruturais, devido ao desastre da pandemia, está ansioso para realizar a reforma tributária no próximo ano. A previsão é de que a pandemia se estabilize no próximo ano devido à disseminação da vacinação. A economia vai voltar ao normal e uma nova sociedade vai nascer. Ele explicou que o potencial do Brasil ainda está vivo e que o fortalecimento das relações bilaterais ainda tende a crescer e que todo o Japão o apoiará. 

Reunião conjunta dos órgãos governamentais e entidades privadas japoneses no Brasil - Toshifumi Murata, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil  

Reunião conjunta dos órgãos governamentais e entidades privadas japoneses no Brasil - Lista de Participantes 

 

Foto: S. Kusakano / CCIJB



Últimas

2021/01/22 » (Zoom) Shinenkai da Câmara tem paletra com o presidente do CIPPS
2021/01/15 » Entrevistas individuais do presidente Murata com a direção das comissões
2021/01/08 » (YouTube) Comunidade nipo-brasileira realiza celebração de ano novo
2021/01/06 » (Teams) Comitê de Relações Públicas: reunião
2021/01/05 » (JAM) Impactos da Covid-19 na área de mobilidade internacional de pessoas
2020/12/17 » (Zoom) Departamento de Transportes e Serviços: reunião
2020/12/17 » (Google Meet) 3ª reunião com o adido do Ministério da Agricultura do Japão
2020/12/16 » (Zoom) 2º Encontro online com o presidente Toshifumi Murata
2020/12/14 » (Teams) Realizada a reunião conjunta dos órgãos governamentais e entidades privadas japoneses no Brasil
2020/12/09 » (Zoom) Temas tributários atuais: cobrança de multas e o tratamento das bonificações
2020/12/09 » (Zoom) 7ª sessão de briefing pós-coronavírus (reunião de trocas de opiniões)
2020/12/03 » (Teams) Realizado o 6º Fórum da Câmara
2020/12/01 » Hirata agradece ao ministro das Relações Exteriores pela comenda do 2º ano da era Reiwa
2020/12/01 » (Zoom) Tributação da subvenção para investimento: desafios e oportunidades
2020/11/26 » (Teams) Realizado o 5º Fórum da Câmara
2020/11/20 » (Zoom) Toshifumi Murata é reeleito presidente da Câmara para o biênio 2021/2022
2020/11/18 » (Zoom) 6ª sessão de briefing pós-coronavírus (reunião de trocas de opiniões)
2020/11/16 » (Teams) Automotivo: Departamento realiza reunião preparatória para o 5º Fórum
2020/11/12 » (Zoom) Encontro online com o presidente Toshifumi Murata
2020/11/11 » (Zoom) 5ª sessão de briefing pós-coronavírus (reunião de trocas de opiniões)

Ver mais »