Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(427)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias da Câmara

Notícias da Câmara

Selecione datas para filtrar: a OK
Governo de São Paulo priorizará 47 projetos estratégicos até 2006 12/08/2005

O governo do Estado de São Paulo vai priorizar até 2006, investimentos em 47 projetos estratégicos cuja soma é da ordem de R$ 12,34 bilhões, sendo, 42,9% em infra-estrutura, 40,1% em desenvolvimento social, 11,7% em meio ambiente e recursos hídricos, 2,6% em educação superior, conhecimento e tecnologia e 2,7% em gestão pública, relatado em palestra na Câmara, no dia 12 de agosto, pelo secretário de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo, Martus Tavares, durante almoço de confraternização dos associados, que aconteceu em São Paulo. Mais de 100 pessoas participaram do evento, dentre diretores, conselheiros, associados e convidados.

Segundo Tavares, o governo de São Paulo vai acelerar a execução desse valor em projetos em andamento para o biênio 2005/2006 e em ampliação de investimentos com novas obras que não entraram no orçamento, estes, de acordo com o secretário, deverão ser implementados via Parceria Público-Privada (PPP). “O governo do Estado de São Paulo anunciou há cerca de dois meses um conjunto de projetos estratégicos, porque tem impactos econômicos, sociais, ambientais importantes, não necessariamente pelo uso dos recursos financeiros elevados, mas estratégico porque esse conjunto de programas representa um novo paradigma na abordagem de executar políticas públicas”.

Dentro da carteira de projetos de impacto para a indústria, no total de R$ 6,046 bilhões, estão o Rodoanel - licença ambiental prévia prevista para sair até o final de agosto -, Corredores de Exportação, Caminhos da Qualidade, Corredor Metropolitano Noroeste (RMC), Metrô Linha 2 (Ana Rosa-Ipiranga), Metrô Linha 4 – fase 1 (Luz-Morumbi), CPTM – extensão da Linha C, CPTM – recapacitação da linha F, Despoluição do Rio Tietê (fase 2), Combate a Inundações na RMSP (Região Metropolitana de São Paulo), Sistema Paulista de Parques Tecnológicos, Expansão do Ensino Profissional, e Arranjos Produtivos Locais. Em oportunidades de parcerias PPP, no valor total de R$ 5,053 bilhões, aprovados pelo Conselho Gestor, estão: Corredores de Exportação - 2 concessões rodoviárias (Airton Sena e Carvalho Pinto / D. Pedro) e 2 PPPs (Tamoios / Ampliação do porto de São Sebastião) – em fase de audiência pública; Linha 4 do Metrô (fases 1 e 2) - Estado (infra-estrutura) e Parceiro Privado (material rodante e operação); Corredor Noroeste de Campinas - Estado (obras) e Parceiro Privado (ônibus). Ainda, via PPP, um novo projeto, para tratamento de esgoto da Sabesp e outro em estudo, o das travessias de balsa em pontos do litoral paulista, como Guarujá e Ilhabela.

Em seu discurso da saudação, o presidente Makoto Tanaka disse que “a presença do secretário Martus Tavares, reflete, sobretudo, e de forma contundente, a confirmação deste novo e promissor olhar, com que o governo do Estado de São Paulo, através do governador Geraldo Alckmin, encara o que todos chamam, de ‘desenvolvimento’, com a execução desses projetos estratégicos”.

Makoto Tanaka observou que “O Estado de São Paulo hoje responde por considerável parte das exportações do país, tendo o maior parque industrial da América Latina”. Esses investimentos “deverão preparar o Estado para se tornar ainda mais competitivo, estratégico, nesse novo momento do desenvolvimento brasileiro”, complementou.

Perfil – secretário de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo desde fevereiro de 2005, Martus Tavares, é economista formado pela Universidade Federal do Ceará e mestre em Economia pela Universidade de São Paulo. Ingressou no Governo Federal em 1986 no qual assumiu diversos cargos e funções nas áreas de finanças públicas, planejamento, orçamento e política macroeconômica. De 1999 a 2002 foi ministro de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão. Foi diretor-executivo pelo Brasil e Suriname no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), de 2002 a 2004. Professor e pesquisador da Universidade Estadual de Londrina nos anos 80. Atuou também no setor privado, prestou consultoria para o Fundo Monetário Internacional (FMI) e assessorou o PSDB na Liderança do Partido na Câmara dos Deputados. Participou dos Conselhos de Administração do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e do Banco do Nordeste do Brasil, do qual foi presidente.

 

Rubens Ito / CCIJB - 12/08/2005



Últimas

2019/09/18 » Gestão Empresarial: Comitê promove a reunião mensal de setembro
2019/09/18 » Comissão de Intercâmbio: reunião de trabalho
2019/09/11 » Reunião com o secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra
2019/09/11 » Comitê Jurídico promove reunião de setembro
2019/09/11 » Hirata visita secretária-executiva do CZPE, Thaíse Dutra
2019/09/10 » Realizada a 2ª reunião do Comitê do Meio Ambiente
2019/09/06 » Grupo Trabalhista: Reunião de trabalho
2019/09/05 » Reunião com São Paulo Negócios
2019/08/31 » Câmara promove o 53º Campeonato de Golfe
2019/08/29 » Grupo de Trabalho Tributário e Aduaneiro: reunião
2019/08/29 » Grupo de Trabalho Tributário e Aduaneiro: seminário sobre impostos indiretos
2019/08/29 » Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão: reunião com diretor Yoshida
2019/08/27 » Comitê de Relações Públicas: reunião sobre site da Câmara
2019/08/26 » Tereza Cristina aponta novas perspectivas para o comércio agrícola entre Brasil e Japão
2019/08/26 » Reunião com o diretor-geral do Ministério de Assuntos Internos e Comunicações do Japão
2019/08/22 » Câmara realiza o simpósio dos presidentes dos departamentos setoriais
2019/08/21 » Reunião discute o conceito de prêmio e segurança da informação
2019/08/16 » Câmara promove o evento mensal de agosto dos associados
2019/08/15 » Equipamentos Elétricos, Informação e Comunicação: Departamento promove seminário sobre TI
2019/08/15 » Simpósio dos Presidentes dos Departamentos Setoriais: visita à imprensa nipo-brasileira

Ver mais »