Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(427)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias da Câmara

Notícias da Câmara

Selecione datas para filtrar: a OK
Lula e Koizumi discutem cooperação como parceiros globais 16/09/2004

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cumprimenta o primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi, no Palácio do Itamaraty. (Foto: Roberto Barroso/ABr)

 

Brasília, 16/09/2004 – O primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi, em visita oficial ao Brasil, disse hoje que o tema prioritário das conversas que manteve com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi a redinamização da relação econômica entre os dois países, inclusive com a cooperação no setor de exploração de recursos de energia e de infra-estrutura.

Koizumi ressaltou, entretanto, que o Japão e o Brasil precisam não apenas fortalecer o relacionamento bilateral, mas também cooperar no âmbito internacional. “O Japão e o Brasil têm interesses comuns em vários temas e, assim, estou certo de que os dois países poderão cooperar cada vez mais como parceiros globais”, afirmou.

O primeiro-ministro disse que, durante sua visita ao Brasil, pôde constatar que o país “desenvolve-se com vigor, superando as adversidades no caminho da consolidação do desenvolvimento estável”. Segundo Koizumi, a situação econômica do Japão recupera-se com firmeza. “O ambiente para a reativação da relação econômica entre o Japão e o Brasil tem tido melhora sensível nesses dias”, afirmou.

Primeiro-ministro diz que maratonista brasileiro ''emocionou'' o Japão

O maratonista Vanderlei Cordeiro dos Santos, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas, foi convidado hoje a participar do almoço oferecido pelo presidente Lula à comitiva japonesa. O convite foi feito pelo primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi, que queria conhecer pessoalmente o atleta.

Koizumi disse que, ao ver a bandeira brasileira na Praça dos Três Poderes, lembrou-se da prova de maratona masculina no último dia das Olimpíadas de Atenas. “Apesar do incidente repentino, o atleta brasileiro continuou e completou a prova risonho e cheio de alegria, causando grande emoção entre os japoneses”, contou, referindo-se ao fato de Vanderlei ter sido agarrado por um manifestante quando liderava a maratona. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva também saudou o maratonista, que, segundo ele, se tornou a "personalidade" das Olimpíadas de Atenas.

Brasil quer o apoio do Japão para ocupar cadeira no Conselho de Segurança da ONU

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que o Brasil e o Japão têm “indiscutível” vocação para ocupar assento permanente no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Lula defendeu a renovação das instituições da ONU e pediu o apoio do Japão para o seu pleito que, segundo ele, defende os mesmos princípios que o Brasil. “É natural, portanto, que o Brasil e o Japão se apóiem mutuamente nesse processo inadiável de atualização das instituições das Nações Unidas às exigências do mundo contemporâneo”, afirmou.

Durante um almoço oferecido ao primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi, que está em visita oficial ao Brasil, o presidente Lula destacou que a presença de Koizumi no Brasil abre uma nova etapa na relação entre os dois países. Lula ressaltou que o Brasil e o Japão passam por processos de renovação política e econômica.

O presidente brasileiro lembrou que em poucas décadas o Japão se transformou na segunda potência econômica mundial, e disse que o Brasil também está voltando a crescer. “Reencontramos o caminho do desenvolvimento, de forma sustentável e com justiça social. Colhemos os primeiros frutos de uma política econômica consistente e responsável. Estamos saneando as contas públicas, aprimorando o marco regulatório, reduzindo a vulnerabilidade externa. Mas é fundamental, sobretudo, superar as histórias desigualdades sociais que mancham nossa sociedade e retardam nosso progresso”, afirmou.

O presidente Lula manifestou o desejo de que o Brasil volte a ser o destino preferencial dos empreendimentos japoneses. Ele garantiu que irá trabalhar para que o Japão volte a ser fonte de investimentos e de conhecimentos para o Brasil. Para isso, Lula citou a revitalização do Comitê Econômico Brasil-Japão, criado no ano 2000. Segundo Lula, o comitê permitirá que os empresários identifiquem novas oportunidades de investimentos nos dois países.

Lula revelou ainda que aceitou o convite feito por Koizumi para visitar o Japão “proximamente”.

Reunião

Antes do almoço, o presidente Lula e o primeiro-ministro Koizumi tiveram uma reunião de trabalho no Palácio do Planalto. Ministros dos dois países participaram do encontro. Entre outros assuntos, eles conversaram sobre o incremento das relações nipo-brasileiras e sobre a comunidade brasileira que vive no Japão.

Lula e Koizumi trataram de temas da agenda multilateral, com ênfase na reforma da Organização das Nações Unidas e na cooperação internacional para a promoção da paz, da segurança e do desenvolvimento. Dentro da agenda bilateral, Lula e Koizumi discutiram formas de dinamizar as relações econômicas, comerciais, financeiras, científico-tecnológicas e culturais entre os dois países.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, em 2003 o Brasil exportou US$ 2,3 bilhões para o Japão e importou US$ 2,5 bilhões do país. Em 1997, o Japão era o quarto maior importador do Brasil e o comércio entre os dois países somava US$ 6,6 bilhões. Desde então, o comércio entre Brasil e Japão caiu para os atuais US$ 4,8 bilhões e o Japão passou a ser o sétimo país que mais importa do Brasil.

 

 

O primeiro-ministro japonês, Junichiro Koizumi, discursa durante almoço no Palácio do Itamaraty, por ocasião de sua visita oficial a Brasília. (Foto: Ricardo Stuckert/PR)

 

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o vice-presidente José Alencar, e o primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi,brindam durante o almoço no Palácio do Itamaraty. (Foto: Ricardo Stuckert/PR)

 

O maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima é aplaudido pelo primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi, e pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Itamaraty. (Foto: Roberto Barroso/ABr)

 

 

 

Fonte: Agência Brasil - Paula Medeiros



Últimas

2020/09/26 » (Zoom) Entrada em vigor da LGPD: estratégias de adequação e mitigação de riscos
2020/09/24 » (Zoom) Seminário sobre novo coronavírus no Brasil
2020/09/17 » (Zoom) Impactos da LGPD nos programas de compliance
2020/09/17 » (Zoom) Realizado o 2º Fórum da Câmara
2020/09/16 » (Teams) Seminário online "Tendências da Reforma Tributária", promovido pelo Comitê Jurídico
2020/09/15 » (Zoom) Comparação entre a LGPD e a APPI
2020/09/15 » (Zoom) Ministério apresenta projetos de concessão para fundos de investimento japoneses
2020/09/10 » (Zoom) Metal-Mecânico: departamento discute retrospectiva e perspectivas
2020/09/09 » (Zoom) 1ª sessão de briefing pós-coronavírus (reunião de trocas de opinião)
2020/08/28 » (Zoom) Consulado: Encontro com os departamentos de Economia e Cultural
2020/08/27 » (Zoom) FCPA Review 2019
2020/08/27 » (Zoom) Realizado o 1º Fórum da Câmara
2020/08/24 » (Zoom) LGPD – Lições aprendidas com a GDPR europeia
2020/08/18 » (Zoom) Câmara participa da cerimônia de boas-vindas ao novo cônsul-geral Ryosuke Kuwana
2020/08/18 » (Zoom) ICMS – Fiscalização, lavratura de auto e o processo administrativo tributário no Estado de São Paulo
2020/08/18 » (Zoom) CPRB
2020/08/17 » (Google Meet) Reunião com o adido do Ministério da Agricultura do Japão
2020/08/14 » (Webex) Tax do amanhã - Tecnologias e recursos para os atuais desafios tributários das organizações
2020/08/13 » (Teams) Seminário online em inglês do Departamento Financeiro
2020/08/13 » (Zoom) O novo momento do Direito do Trabalho nas relações empresariais

Ver mais »