Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Mantega considera adequada elevação do depósito compulsório dos bancos 25/02/2010

Brasília - A decisão do Banco Central de elevar os depósitos compulsórios dos bancos a patamares pré-crise foi considerada adequada hoje pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, para quem a medida não afetará o consumo.

Durante a crise financeira internacional, que refletiu no país a partir do final de 2008, o BC reduziu o compulsório - que os bancos são obrigados a fazer junto à autoridade monetária - , como forma de manter o crédito disponível no mercado.

O ministro não quis comentar se a elevação evitaria que o Comitê de Política Monetária do Banco Central aumentasse os juros básicos da economia, como prevêem alguns analistas.

“Foi uma medida muito importante [na época] para aumentar a liquidez da economia e agora o crédito está normalizado, o volume de crédito é suficiente e até existe um excesso de liquidez. A medida é adequada e terá um efeito positivo na economia”.

Mantega garantiu que não faltará crédito ao consumidor. Segundo ele, há dinheiro no mercado e as carteiras das instituições financeiras dispõem de bastante crédito, além de um volume grande de operações compromissadas (os bancos, diante do excesso de recursos, tem aplicado o excedente em papeis do BC).

“Ou seja, os bancos mesmo estão esterilizando parte do que dispõem na compromissada. Estão aplicando R$ 500 bilhões a R$ 600 bilhões. Então o que haverá é uma troca. Em vez de aplicar na compromissada, recolherá mais de compulsório. Não acredito que isso irá afetará o consumo”.

Segundo o ministro, o volume de crédito está crescendo menos do que em 2008, quando chegou a 32%. Neste ano, a expansão está 20%, na média, índice que Mantega considerou “muito bom” para a atual conjuntura. “Não precisa expandir mais do que isso”.

Sobre a possibilidade de elevação dos juros na próxima reunião do Copom, como como esperam os analistas, o ministro disse que se trata de especulação. (Agência Brasil - Daniel Lima)



Últimas

2020/12/03 » Concessões de aeroportos, rodovias, portos e ferrovias entram no PPI
2020/12/03 » PPI tem 115 ativos para leilões e projetos de concessão em 2021
2020/12/03 » Venda de veículos automotores aumenta 0,45% de outubro para novembro
2020/12/03 » Produção industrial cresceu 1,1% em outubro, diz IBGE
2020/12/02 » CNI: produtividade do trabalho na indústria cresce 8% no 3º trimestre
2020/12/02 » Balança comercial registra superávit de US$ 3,73 bi em novembro
2020/12/02 » CNA prevê aumento da produção do agronegócio no próximo ano
2020/12/02 » População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro
2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses
2020/11/27 » Volta de cobrança do IOF sobre crédito renderá cerca de R$ 2 bi
2020/11/27 » Indústrias do Mercosul e da UE pedem urgência para acordo comercial
2020/11/27 » Indústria paulista mantém expansão no ano apesar de queda em outubro

Ver mais »