Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Quatro das sete cidades pesquisadas pela FGV têm inflação semanal maior 17/03/2010

Rio de Janeiro - Quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) apresentaram acréscimo no Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) de 15 de março. Na média nacional, o IPC-S chegou a 0,93% – 0,05 ponto percentual acima da taxa registada na apuração anterior, de 7 de março.

Segundo os dados divulgados hoje (17) pela FGV, o IPC-S da cidade de São Paulo ficou em 0,87% neste levantamento, ante 0,81% da pesquisa anterior. Duas das sete classes de apresentaram acréscimo na segunda prévia de março: vestuário, de -0,93% para -0,35%, e alimentação, de 1,91% para 2,33%. Roupas, hortaliças e legumes são os itens que tiveram destaque.

Em contrapartida, os grupos transportes (de 0,66% para 0,34%), saúde e cuidados pessoais (0,59% para 0,43%), educação, leitura e recreação (0,06% para 0,05%), despesas diversas (0,45% para 0,34%), e habitação (0,24% para 0,18%) registraram queda nas taxas de variação. Os principais destaques foram os seguintes itens: álcool combustível, dentista, tarifa de passagem aérea, alimento para animais domésticos e condomínio residencial.

Na cidade do Rio de Janeiro, o IPC-S apresentou variação de 1,30%. O resultado é 0,16 ponto percentual superior ao registrado na primeira semana (1,14%). Segundo a FGV, quatro das sete classes de despesas componentes do índice aumentaram o ritmo de alta, com destaque para vestuário e alimentação, cujas taxas passaram de -0,49% para 0,76% e de 2,29% para 3,21%, respectivamente.

Além do Rio e de São Paulo, Brasília (de 0,40% para 0,44%) e Recife (de 0,74% para 0,79%) apresentaram IPC-S maior no período. Já Belo Horizonte (de 0,85% para 0,81%), Porto Alegre (de 1,37% para 1,36%) e Salvador (de 0,42% para 0,34%) tiveram taxas menores. (Agência Brasil - Riomar Trindade)



Últimas

2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC
2021/01/20 » Confiança do empresário do comércio cai 2,2% em janeiro, diz CNC
2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central
2021/01/19 » Atividade industrial desacelera em novembro de 2020
2021/01/18 » Saiba o que é a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
2021/01/18 » China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
2021/01/18 » Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões
2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020
2021/01/14 » Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos
2021/01/14 » IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020
2021/01/14 » Veja o que pode e o que não pode no Enem 2020

Ver mais »