Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Brasil e Japão discutem formas de aumentar o comércio bilateral 16/04/2010

Brasília – O fluxo de comércio entre o Brasil e o Japão aumentou cerca de 14% no primeiro trimestre deste ano, e “isso indica que possivelmente possamos voltar ao mesmo nível de comércio de 2008”, quando a corrente de comércio nipo-brasileira somou US$ 13 bilhões.

A afirmação foi feita pelo ministro interino do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ivan Ramalho, ao apresentar hoje (16) a delegação japonesa que participa da terceira reunião bilateral do Comitê Conjunto de Promoção Comercial e de Investimentos, que se realiza na capital federal.

Ivan Ramalho disse que a soma das exportações e das importações caiu 26,1% em 2009, comparado a 2008, em virtude da recessão comercial provocada pela crise financeira mundial. Mas ressaltou que existem fortes evidências de recuperação do comércio bilateral, que foi deficitário para o Brasil em US$ 1,1 bilhão no ano passado.

A busca da recuperação dos níveis tradicionais de comércio e de investimentos é, por sinal, o principal objetivo da reunião de dois dias, que termina nesta sexta-feira, e conta com a participação de autoridades governamentais e empresariais dos dois países, como afirmou o vice-ministro para Relações Internacionais do Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão, Hiroyuki Ishige.

As duas delegações discutiram também a remoção de possíveis entraves burocráticos às relações comerciais, de modo a aprimorar e facilitar os negócios bilaterais. Dificuldades que acontecem naturalmente nas áreas de metrologia, de propriedade intelectual e aduaneira, em razão das diferenças na legislação de cada país, lembrou o Secretário de Comércio Exterior, Walber Barral.

Ele enfatizou, porém, que “a agenda de promoções entre os dois países é muito mais longa do que as eventuais reclamações que possam surgir”. Segundo Barral, Brasil e Japão têm uma “agenda bastante intensa” no fortalecimento das relações comerciais e trabalham para ampliar o acesso aos mercados, dos dois lados.

Existe, por parte do empresariado brasileiro, grande expectativa pelo aumento das exportações de carne suína, miúdos de frango, café, etanol e alumínio, dentre outros produtos, para o mercado japonês. O interesse também é grande na negociação de subsídios daquele país para a produção de aviões de médio porte, fabricados pela Embraer.

As aeronaves brasileiras foram um dos principais itens da nossa pauta de vendas para o Japão em 2009. Só que agora a companhia aérea Japan Air Lines está em processo de recuperação falimentar, e não existe clareza quanto ao futuro das negociações. Na pauta de discussões, ainda, o interesse pela TV digital, transferência de tecnologia e propriedade intelectual. (Agência Brasil - Stênio Ribeiro)



Últimas

2020/04/03 » Governo zera impostos de produtos usados no combate ao coronavírus
2020/04/03 » Novo coronavírus traz novos desafios para cuidadores de idosos
2020/04/02 » Auxílio emergencial é publicado e governo abre crédito de R$ 98 bi
2020/04/02 » Medidas contra coronavírus custarão R$ 224,6 bi para o governo
2020/04/02 » Cientistas chineses anunciam descoberta contra covid-19
2020/04/02 » Covid-19: governo aprova medidas para área da assistência social
2020/04/02 » Senado aprova extensão de auxílio de R$ 600 a mais de 30 categorias
2020/04/02 » Bolsonaro sanciona MP da renda básica emergencial
2020/04/02 » Empresas têm 30 dias para se cadastrar na plataforma consumidor.gov.br
2020/04/02 » Governo prorroga prazo de entrega da declaração do IR por dois meses
2020/04/01 » Governo anuncia R$ 200 bilhões para socorrer trabalhadores e empresas
2020/04/01 » Governo reduz pela metade contribuições pagas ao Sistema S por 3 meses
2020/04/01 » Coronavírus: Câmara e Senado alteram tramitação de MPs
2020/03/31 » Líderes do Senado divulgam manifesto pelo isolamento social
2020/03/31 » Senado aprova benefício de R$ 600 a autônomos e informais
2020/03/31 » Senado aprova distribuição de merenda escolar aos estudantes sem aulas
2020/03/30 » Senado vota hoje auxílio de R$ 600 para autônomos e informais
2020/03/30 » Coronavírus: BNDES anuncia R$ 2 bilhões de crédito para área da saúde
2020/03/30 » Governo obtém do STF aval para adotar medidas contra o coronavírus
2020/03/27 » Governo anuncia linha de crédito a pequenas e médias empresas

Ver mais »