Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Sindicalista pede que se crie política para reduzir desemprego no setor sucroalcooleiro 12/05/2010

São Paulo – O presidente da Federação dos Empregados Rurais Assalariados do Estado de São Paulo (Feraesp), Élio Neves, disse hoje (12) que falta no país uma política mais abrangente para compensar a eliminação de vagas que vem ocorrendo no setor sucroalcooleiro como consequência de mudanças estruturais e de manejo – entre elas a mecanização da colheita – e também por causa de restrições ambientais.

Segundo ele, nos últimos cinco anos, foram suprimidos 120 mil postos na colheita da cana-de-açúcar. As perdas, de acordo com Neves, são resultado do processo de mecanização adotado tanto para melhorar a produtividade com novas tecnologias como para adequar a atividade às restrições de queima da palha nas lavouras.

O presidente da Feraesp disse também que considera o Programa RenovAção insuficiente para reduzir o impacto do desemprego no setor. Para ele, a medida tem o benefício de permitir um melhor aperfeiçoamento profissional, mas é insuficiente. “Não chega a 10% do desemprego estrutural [do setor]”, observou. Para Neves, o programa é como “tapar o sol com a peneira”. O RenovAção é coordenado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) e pela Feraesp.

 

Segundo o representante da Unica em Ribeirão Preto (SP), Sérgio Prado, a meta do RenovAção é formar 7 mil pessoas por ano para atuação dentro e fora das usinas. Os cursos estão sendo dados em municípios de seis regiões do estado de São Paulo (Ribeirão Preto, Presidente Prudente, Piracicaba, Bauru, Araçatuba, e São José do Rio Preto), em um sistema de parceria entre as associadas da Unica, a entidade, as empresas Syngenta, John Deere e Case IH e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Os investimentos alcançam R$ 2 milhões, dos quais US$ 500 mil provenientes do BID. Já passaram pelo treinamento cerca de 600 pessoas. Nessa etapa, estão sendo oferecidos oito tipos de cursos em núcleos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Sesi) para motoristas canavieiros, operadores de colhedora, soldadores de manutenção, eletricista de tratores, eletricistas de caminhão, eletricista de colhedora, mecânica de trator e mecânica de colhedora.

De acordo com Prado, atualmente, a colheita de cana-de-açúcar emprega cerca de 140 mil trabalhadores. “Com os cursos, o objetivo é abrir um leque de opções”, disse Prado, referindo-se ao inevitável corte de trabalhadores à medida em que avançam as máquinas no campo e se aproxima a data de restrições para a queimada da palha, a partir de 2014.

Ele explicou que, para conter o desemprego, muitos serão treinados para atuar em empresas fornecedoras ou em companhias criadas em função do crescimento dessa atividade econômica no interior. A Feraesp está fazendo um levantamento sobre as carências na oferta de mão de obra como pedreiros, costureiras e outros profissionais para a colocação daqueles que não serão aproveitados nas usinas e mesmo para empregar os familiares dos cortadores de cana sob risco de demissão.

“O confronto tão comum nas relações entre o capital e o trabalho deu lugar a uma aliança entre patrões e empregados”, assinalou Prado, lembrando que a ação está em sintonia com o que defende o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, quando destaca a importância do ciclo emprego-renda-consumo para fazer crescer a economia do país. (Agência Brasil - Marli Moreira)



Últimas

2020/04/07 » Autônomo pode baixar aplicativo a partir de hoje para renda de R$ 600
2020/04/07 » OMS alerta sobre afrouxar medidas contra coronavírus cedo demais
2020/04/07 » Ministério define novas orientações sobre distanciamento social
2020/04/06 » Saiba como cadastrar e usar a CNH digital
2020/04/06 » MEC autoriza antecipar formatura de alunos da área de saúde
2020/04/06 » Mercado financeiro prevê queda de 1,18% da economia este ano
2020/04/06 » ONU pede proteção a mulheres e crianças vítimas de violência doméstica
2020/04/06 » Cidades com mais de 50 mil habitantes começam a usar pregão eletrônico
2020/04/06 » Aplicativos devem garantir assistência a entregadores de alimentos
2020/04/03 » Governo zera impostos de produtos usados no combate ao coronavírus
2020/04/03 » Novo coronavírus traz novos desafios para cuidadores de idosos
2020/04/02 » Auxílio emergencial é publicado e governo abre crédito de R$ 98 bi
2020/04/02 » Medidas contra coronavírus custarão R$ 224,6 bi para o governo
2020/04/02 » Cientistas chineses anunciam descoberta contra covid-19
2020/04/02 » Covid-19: governo aprova medidas para área da assistência social
2020/04/02 » Senado aprova extensão de auxílio de R$ 600 a mais de 30 categorias
2020/04/02 » Bolsonaro sanciona MP da renda básica emergencial
2020/04/02 » Empresas têm 30 dias para se cadastrar na plataforma consumidor.gov.br
2020/04/02 » Governo prorroga prazo de entrega da declaração do IR por dois meses
2020/04/01 » Governo anuncia R$ 200 bilhões para socorrer trabalhadores e empresas

Ver mais »