Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
CNI eleva para 7,2% estimativa de crescimento da economia este ano 01/07/2010

A economia brasileira deve crescer 7,2% neste ano, na avaliação da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A estimativa anterior para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, era de 6%, segundo o Informe Conjuntural, divulgado hoje (1º).

Segundo a CNI, a estimativa foi alterada devido à “forte expansão da economia no primeiro trimestre deste ano”. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB cresceu 9% de janeiro a março, em relação a igual período de 2009, a maior alta da série histórica nesse tipo de comparação.

Entretanto, para a CNI, o ritmo de crescimento no ano “já mostra perda de intensidade e esse movimento deverá persistir nos próximos trimestres”. “O fim dos estímulos tributários e fiscais em março gerou comportamento atípico do consumo no período, acima da média histórica. A desaceleração do consumo das famílias deverá permanecer, dado o cenário de elevação dos juros”, diz o documento.

Na avaliação da CNI, haverá melhora na qualidade do crescimento, com aumento dos investimentos, que irão representar 19,4% do PIB.

A estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste ano foi mantida em 5,4%, acima do centro da meta de inflação de 4,5%. Essa meta tem margem superior de 6,5%.

“A inflação, embora siga acima do ponto central da meta, não mostra mais sinais de aceleração”, avalia a CNI. Por isso, a expectativa da entidade é que o ciclo de aumento da taxa básica de juros, a Selic, seja mais curto e menos intenso do que o inicialmente esperado.

A CNI espera que o ciclo de elevação da Selic termine em setembro, com duas elevações, uma de 0,75 ponto percentual em julho e a outra de 0,5 ponto percentual na reunião seguinte, marcada para os dias 31 de agosto e 1º de setembro. Assim, a Selic encerraria 2010 em 11,5% ao ano. Atualmente a taxa básica está em 10,25% ao ano.

O Banco Central (BC) eleva a taxa básica de juros quando considera que a inflação está em alta, em situação de economia muito aquecida. Cabe ao BC perseguir a meta de inflação.

Para a CNI, as exportações devem ficar em US$ 190 bilhões e as importações em US$ 180 bilhões, com superávit comercial de US$ 10 bilhões, a mesma estimativa anterior. Para o déficit em conta-corrente, a projeção é de US$ 54 bilhões.

“O aumento do déficit em transações correntes é uma consequência do crescimento acelerado do país, sobretudo devido à ausência de poupança doméstica”, destaca o documento divulgado hoje. Segundo a CNI, a deterioração nas contas externas é potencializada pela valorização da taxa de câmbio, o que prejudica a competitividade dos produtos brasileiros e estimula o aumento das importações.

Na avaliação do gerente executivo da Unidade de Política Econômica da confederação, Flávio Castelo Branco, no cenário externo, ainda há dúvidas sobre a recuperação da economia europeia e a intensidade da retomada dos Estados Unidos. Isso prejudica a demanda pelos produtos brasileiros no exterior. “Se não fosse a limitação da demanda externa, a economia estaria crescendo a um ritmo mais forte”, disse Castelo Branco.

No documento, a CNI avalia ainda que, com a menor expansão das despesas públicas e o “forte” aumento das receitas, a meta de superávit primário ajustada (2,34% do PIB) deve ser superada, mas é improvável alcançar o objetivo sem ajustes (3,3% do PIB).

A entidade também espera que a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB caia de 42,8%, registrados ao final de 2009, para 40,9%, em dezembro deste ano. As informações são da Agência Brasil - Kelly Oliveira.



Últimas

2021/04/20 » Governo destinará até R$ 15 bi para relançar BEm e Pronampe
2021/04/20 » Atividade econômica cresce 1,7% em fevereiro, diz BC
2021/04/20 » Mercado financeiro prevê inflação em 4,92% neste ano
2021/04/19 » O que é Ibovespa
2021/04/19 » Setor energético terá investimentos de R$ 3 tri até 2030, diz ministro
2021/04/19 » Banco Central altera norma para segunda fase do open banking
2021/04/16 » Serviços registram crescimento de 3,7% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/16 » LDO de 2022 destravará gastos com obras em caso de atraso no Orçamento
2021/04/16 » Projeto da LDO prevê crescimento de 2,5% para o próximo ano
2021/04/16 » Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real
2021/04/16 » Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
2021/04/16 » IGP-10 acumula inflação de 31,74% em 12 meses, diz FGV
2021/04/15 » Abertura de empresas bate recorde em 2020, diz Serasa
2021/04/15 » Indicador Antecedente tem queda de 2,2% em março, revela FGV
2021/04/15 » Vendas nos supermercados têm alta de 5,18% em fevereiro
2021/04/15 » Economia abre consulta pública para debater nova Lei de Licitações
2021/04/15 » Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea
2021/04/15 » Confiança do empresário cai pelo quarto mês seguido, diz CNI
2021/04/14 » Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020
2021/04/14 » Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea

Ver mais »