Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Custos da construção civil sobem menos em junho, apesar do mercado aquecido 07/07/2010

O Índice Nacional da Construção Civil desacelerou para 0,66% em junho, depois de uma alta de 1,61% em maio, conforme divulgou hoje (07) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Porém, na comparação com a taxa de junho do ano passado, de 0,35%, o índice atual mostrou elevação. O mesmo ocorreu no acumulado de janeiro a junho deste ano, cuja alta de 4,33% está bem acima da registrada no mesmo período de 2009, de 3,67%.

Segundo o IBGE, o resultado de junho não surpreendeu porque as maiores pressões sobre o índice, causadas pelos reajustes dos salários dos trabalhadores na construção civil, ocorreram em maio. Naquele mês, o item mão de obra teve alta de 3,22% e, em junho, recuou para 0,83%. “As datas dos dissídios da categoria variam de estado para estado, mas o maior peso é em maio, quando são reajustados os salários da Região Sudeste, especialmente de São Paulo, que tem o maior peso na composição geral do índice”, explicou o gerente da pesquisa do IBGE, Luiz Fernando de Oliveira Fonseca.

Já a parcela dos materiais de construção variou 0,53% em junho, ante a taxa de 0,41% de maio. Segundo Fonseca, embora a diferença de um mês para o outro tenha sido pequena, a taxa de junho foi a mais elevada desde março do ano passado (0,71%). Mas, para o técnico do IBGE, ainda é cedo para atrelar esta alta ao aquecimento do mercado em função do programa de construção de habitações populares promovido pelo governo federal. “É certo que a demanda por materiais está crescendo e isso deve pressionar os preços, mas ainda precisamos esperar um, dois ou três meses para avaliar o tamanho da influência do Programa Minha Casa Minha Vida nos custos da construção”, avaliou Fonseca. “Daqui pra frente, a procura ficará mais intensa por causa dos empreendimentos que serão erguidos em vários estados para a Copa do Mundo de 2014 e para as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro”.

O Índice Nacional da Construção Civil, que integra o Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi), é calculado pelo IBGE em convênio com a Caixa Econômica Federal desde 1969. A partir de 2002, os dados do Sinapi foram adotados como referência dos custos de execução de obras públicas. As informações são da Agência Brasil - Cristiane Ribeiro.



Últimas

2021/04/16 » Serviços registram crescimento de 3,7% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/16 » LDO de 2022 destravará gastos com obras em caso de atraso no Orçamento
2021/04/16 » Projeto da LDO prevê crescimento de 2,5% para o próximo ano
2021/04/16 » Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real
2021/04/16 » Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
2021/04/16 » IGP-10 acumula inflação de 31,74% em 12 meses, diz FGV
2021/04/15 » Abertura de empresas bate recorde em 2020, diz Serasa
2021/04/15 » Indicador Antecedente tem queda de 2,2% em março, revela FGV
2021/04/15 » Vendas nos supermercados têm alta de 5,18% em fevereiro
2021/04/15 » Economia abre consulta pública para debater nova Lei de Licitações
2021/04/15 » Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea
2021/04/15 » Confiança do empresário cai pelo quarto mês seguido, diz CNI
2021/04/14 » Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020
2021/04/14 » Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea
2021/04/14 » Taxa de empréstimo pessoal tem pequena alta em abril, aponta Procon-SP
2021/04/14 » Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/13 » Calendário de restituições não muda com novo prazo do Imposto de Renda
2021/04/13 » Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 4,85% este ano
2021/04/13 » Inflação para idosos acumula taxa de 6,2% em 12 meses
2021/04/12 » Cadastro de imóveis rurais será completamente digitalizado

Ver mais »