Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Tesouro capta US$ 750 mi de investidores estrangeiros com os menores juros da história 27/07/2010

O Tesouro Nacional conseguiu captar US$ 750 milhões de investidores norte-americanos e europeus com taxa de retorno de 4,547% ao ano, os menores juros da história para papéis em dólar. O dinheiro veio da emissão de títulos soberanos da dívida externa com vencimento em janeiro de 2021, realizada hoje (27).

 

Por meio do lançamento de títulos da dívida externa, o governo pega dinheiro emprestado dos investidores internacionais com o compromisso de devolver os recursos com juros. Taxas menores indicam menor grau de desconfiança dos investidores de que o Brasil não conseguirá pagar a dívida.

 

A menor taxa já registrada para títulos externos com prazo de dez anos tinha sido de 4,75% ao ano. Esses juros foram obtidos com a captação de US$ 525 milhões em títulos da dívida externa, em dezembro do ano passado.

 

A emissão de hoje é o segundo lançamento de títulos da dívida externa no ano. Em abril, o país realizou outra emissão de títulos com vencimento em 2021. Na ocasião, o Tesouro captou US$ 787,5 milhões com taxa de retorno de 5% ao ano.

 

Segundo o Tesouro Nacional, a demanda pelos papéis brasileiros permitiu ao governo conseguir juros mais baixos no mercado. A procura, informou o governo, foi maior que a oferta de títulos, mas os técnicos não divulgaram o valor exato.

 

De acordo com o Tesouro, a emissão de hoje foi qualitativa porque o governo já tem quase todos os dólares de que precisa para pagar os vencimentos da dívida externa neste ano, estimados em cerca de US$ 7 bilhões. O lançamento do título com vencimento em dez anos, segundo o Ministério da Fazenda, serviu para aproveitar as melhores condições do mercado para reduzir o custo e melhorar o perfil da dívida externa.

 

O Tesouro poderá ainda ofertar mais US$ 75 milhões ao mercado asiático. O resultado final da emissão será anunciado depois de concluída a oferta naquele mercado. Os recursos obtidos serão incorporados às reservas internacionais em 3 de agosto. As informações são da Agência Brasil - Wellton Máximo.



Últimas

2019/08/23 » Confiança do Comércio cresce 3,2 pontos em agosto
2019/08/23 » Governo federal digitalizou 315 serviços em 2019
2019/08/23 » Entenda as principais mudanças da MP da Liberdade Econômica
2019/08/22 » Produção da indústria sobe 9,6 pontos, acima da média histórica
2019/08/22 » Novo PPI deve gerar investimentos de R$ 2 trilhões, diz Onyx
2019/08/22 » Senado aprova MP da Liberdade Econômica
2019/08/21 » Guedes: governo vai acelerar privatizações até final do ano
2019/08/21 » BB passa a oferecer financiamento imobiliário com taxas diferenciadas
2019/08/21 » Caixa anuncia financiamento habitacional corrigido pelo IPCA
2019/08/20 » MP que muda Coaf para o Banco Central é publicada no Diário Oficial
2019/08/20 » Conselho do FGTS aprova distribuição de 100% do lucro de 2018
2019/08/19 » CNI: governo avançou na pauta de comércio exterior em sete meses
2019/08/19 » Previsão de crescimento econômico aumenta; estimativa de inflação cai
2019/08/19 » Substância produzida pelo organismo tem potencial para tratar diabetes
2019/08/16 » Guedes: Brasil sai do Mercosul se Argentina frear abertura do bloco
2019/08/16 » Financiamentos imobiliários poderão ser indexados à inflação
2019/08/16 » PIS/Pasep: benefício para os nascidos em agosto já está liberado
2019/08/15 » Entenda as principais mudanças da MP da Liberdade Econômica
2019/08/15 » Bolsonaro reduz impostos sobre jogos eletrônicos
2019/08/15 » Empresas ampliam faturamento em até 15% com programa de capacitação

Ver mais »