Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Projeção de analistas para a inflação oficial chega a 5,79%, na 11ª alta seguida 21/02/2011

Analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) elevaram pela 11ª semana seguida a projeção para a inflação oficial este ano. A estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 5,75% para 5,79%, segundo o boletim Focus, publicação do BC divulgada toda segunda-feira.

Para 2012, a estimativa para esse índice também subiu, ao passar de 4,70% para 4,78%. As projeções para o IPCA estão acima do centro da meta de inflação de 4,5%, estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional. Essa meta tem margem de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, ou seja, o limite superior é de 6,5% e o inferior, de 2,5%.

Cabe ao BC perseguir a meta de inflação e para isso, a instituição usa como principal instrumento de controle da demanda por bens e serviços a taxa básica de juros, a Selic. Quando considera que a economia está muito aquecida, com trajetória de inflação em alta, o BC eleva a Selic, que atualmente está em 11,25% ao ano.

Por isso, os analistas esperam que a Selic encerre 2011 em 12,50% ao ano. Já na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, marcada para os dias 1º e 2 de março, os analistas esperam que essa taxa suba para 11,75% ao ano. Para o final de 2012, a expectativa para a Selic é de retorno ao atual patamar (11,25% ao ano).

A pesquisa do BC também traz projeções para o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe). Para este ano, a estimativa passou de 5,47% para 5,53%. Para 2012, a projeção subiu de 4,64% para 4,67%.

A estimativa para o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), neste ano, passou de 6,28% para 6,56%. Para 2012, subiu de 4,67% para 4,84%.

Para o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), em 2011, a estimativa foi alterada de 6,33% para 6,51%. Para 2012, a projeção permanece em 4,70%.

A estimativa dos analistas para os preços administrados subiu de 4,40% para 4,45%, em 2011, e permanece em 4,50%, no próximo ano. Os preços administrados são aqueles cobrados por serviços monitorados, como combustíveis, energia elétrica, telefonia, medicamentos, água, educação, saneamento, transporte urbano coletivo, entre outros. (Kelly Oliveira, da Agência Brasil)



Últimas

2020/02/21 » Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira
2020/02/21 » Escolas de samba movimentam economia durante todo ano no Rio
2020/02/20 » Banco Central injeta R$ 135 bilhões na economia
2020/02/20 » Programa para fazer Declaração do Imposto de Renda já está disponível
2020/02/20 » Prévia da inflação oficial fica em 0,22% em fevereiro
2020/02/19 » Comissão Europeia quer criar mercado único de dados
2020/02/19 » Confiança da indústria cai em fevereiro depois de 3 altas seguidas
2020/02/19 » Confiança da indústria cresce 0,7 ponto na prévia de fevereiro
2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?

Ver mais »