Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Patriota sinaliza que países emergentes entram em nova etapa de negociações mundiais 04/03/2011

O ministro das Relações Exteriores, Antonio de Aguiar Patriota, afirmou hoje (4) que o Brasil, a China e outros países de economia em desenvolvimento vão dar início a uma nova etapa de discussões nas reuniões do G20 (grupo das maiores economias mundiais), da Organização Mundial do Comércio (OMC) e no âmbito das Nações Unidas. Segundo ele, uma das motivações é a fase positiva que o Brasil e outras nações vivem.

“O Brasil é um país com elevado crescimento econômico, redução de pobreza e bons níveis de emprego”, afirmou Patriota, em entrevista coletiva, concedida hoje em Pequim. “Muitos outros países da região [das Américas] passam por uma fase de crescimento e de oportunidades”, acrescentou ele.

Com a China, Patriota admitiu que é necessário superar algumas dificuldades, causadas pela subvalorização da moeda local (yuan), mas que a tendência é incrementar as relações econômicas e comerciais. Em 2009, os chineses superaram os norte-americanos como parceiros comerciais dos brasileiros.

Pelos dados chineses, o comércio com os brasileiros aumentou 47,5% em 2010. O saldo em favor do Brasil foi de US$ 5,6 bilhões. O assunto será tema da primeira visita ao país da presidenta Dilma Rousseff, marcada para os dias 13, 14 e 15 de abril.

De acordo com Patriota, Dilma deve se reunir com o presidente da China, Hu Jintao, ministros e alguns executivos chineses. A principal questão a ser abordada deve ser a queixa dos empresários brasileiros, que reclamam do baixo preço dos produtos chineses que chegam ao Brasil. Para os empresários do Brasil, o preço inferior dos produtos chineses prejudica o mercado nacional.

Também há negociações para mais parcerias nas áreas de minério de ferro e aço do Brasil para a China. Nos três dias de visita oficial, Dilma participará também de uma reunião com os líderes do Brasil, da China, da Índia, Rússia, além da África do Sul, que passará a integrar oficialmente o bloco do Bric. (Renata Giraldi, da Agência Brasil)



Últimas

2020/09/25 » Projeto do Senai vai qualificar trabalhadores para a indústria 4.0
2020/09/25 » Primeiro leilão de imóveis públicos do Rio será em outubro
2020/09/25 » CMN amplia limite de renda para microcrédito a empresas
2020/09/24 » Custos industriais caem 1,5% no segundo trimestre
2020/09/24 » Ministro da Economia diz que reforma deve ter tributos alternativos
2020/09/24 » Contas externas têm saldo positivo de US$ 3,7 bilhões
2020/09/23 » Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020
2020/09/23 » CNI: atividade industrial segue em recuperação com alta do emprego
2020/09/23 » Indicadores recentes sugerem recuperação parcial da economia, diz BC
2020/09/22 » Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
2020/09/22 » Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais
2020/09/22 » Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses

Ver mais »