Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
São Paulo registra a maior inflação em fevereiro 04/03/2011

A região metropolitana de São Paulo foi a área que registrou maior inflação em fevereiro deste ano, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), São Paulo teve uma inflação de 1,00%, acima da média nacional de 0,80%.

Outras regiões que tiveram inflação acima da média foram Recife (0,92%), Porto Alegre (0,83%) e Brasília (0,82%). Com taxas abaixo da média ficaram Curitiba (0,78%), Goiânia (0,74%), Belo Horizonte (0,71%), Rio de Janeiro (0,69%), Salvador (0,69%), Belém (0,46%) e Fortaleza (0,22%).

O IPCA de fevereiro registrou uma taxa inferior à de janeiro, que foi 0,83%. O índice chega a 1,64% no ano e a 6,01% no acumulado dos 12 meses. A principal influência para a inflação de fevereiro veio do grupo de despesa educação, com taxa de 5,81%.

Segundo a coordenadora de Índices de Preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos, o aumento da inflação do segmento de educação é explicado, em grande parte, pelo reajuste de 6,41% nas mensalidades escolares, bem acima do IPCA de 2010, que chegou a 5,91%.

“Neste ano de 2011, o resultado do item educação ficou bem acima do índice geral do IPCA, o que significa que não é só a inflação que está sendo repassada às mensalidades. Outros custos estão sendo repassados, tendo em vista que a demanda está propiciando que se repassem custos que, talvez, em outros momentos, não poderiam ser repassados. Com a renda do brasileiro crescendo e a demanda em alta, é a oportunidade de um ganho maior [para as escolas]”, disse Eulina.

Já os alimentos, que foram o grande vilão da inflação nos últimos meses, em fevereiro tiveram uma inflação de apenas 0,23%, influindo pouco no resultado final do IPCA. Em janeiro, a inflação dos alimentos foi de 1,16%. A redução no ritmo de crescimento dos preços nesse grupo de despesa foi puxada pela queda nos preços de itens como o feijão, o frango e a carne. (Vitor Abdala, da Agência Brasil)



Últimas

2020/09/22 » Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
2020/09/22 » Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais
2020/09/22 » Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses
2020/09/18 » Governo já desembolsou R$ 197 bilhões em auxílio emergencial
2020/09/17 » Entidades elogiam decisão do Copom de manter a Selic
2020/09/17 » Prefeitura de São Paulo adota home office permanente
2020/09/17 » PIB tem queda de 4% no trimestre encerrado em julho, aponta FGV
2020/09/16 » Petrobras quer vender mais ativos de exploração e produção
2020/09/16 » Saques no comércio com Pix começam no 2º trimestre de 2021
2020/09/16 » Concessionária da Malha Paulista e Norte-Sul antecipa outorgas
2020/09/15 » Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
2020/09/15 » União pode quebrar se forem criados novos fundos, diz Guedes

Ver mais »