Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Conab estima safra recorde de grãos, com 154,2 milhões de toneladas colhidas 10/03/2011

O Brasil deverá colher 154,2 milhões de toneladas de grãos na safra 2010/2011. Com isso, a previsão é que um novo recorde seja batido. O volume representa um aumento de 3,4% na produção – ou cerca de 5 milhões de toneladas a mais que do que o total colhido na safra passada (149,2 milhões de toneladas).

Os números são do sexto levantamento da safra 2010/2011, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado hoje (10) no site da estatal. Na comparação com o último levantamento, feito em fevereiro, a produção deve crescer 0,7%. Isso equivale a 1,1 milhão de toneladas. A área cultivada também deve registrar aumento, de 3,1%, e atingir 48,9 milhões de hectares.

De acordo com a estatal, o crescimento da projeção foi motivado pela ampliação de áreas de cultivo do algodão, do feijão primeira e segunda safras, da soja e do arroz, aliada à melhor influência do clima sobre o desenvolvimento das plantas. Entre as principais culturas, o algodão foi a que apresentou o maior crescimento percentual em área: 56% a mais do que no ano passado, quando foram plantados 835,7 mil hectares. Dessa forma, a expectativa é de uma produção de 1,9 milhão de toneladas de pluma, o que corresponde a um aumento de 756 mil toneladas. Os números anteriores eram de 1,2 milhão de toneladas.

A área do feijão deverá crescer 7,7%, chegando a 3,9 milhões de hectares. Se comparada à safra passada, a produção de feijão deve aumentar 11,8%, podendo atingir 3,7 milhões de toneladas colhidas. A área da primeira safra é de 1,5 milhão de hectares, enquanto a da segunda safra deverá ser de 1,6 milhão.

A estimativa é que a soja registre um aumento de 2,4% na área plantada, alcançando 24 milhões de hectares. A produção deve crescer 2,3%, atingindo 70,3 milhões de toneladas. A colheita do grão continua nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e do Paraná e já teve inicio no Rio Grande do Sul.

Com relação ao arroz, o aumento da área deve ser de 3,7%, e chegar a 2,9 milhões de hectares plantados. A previsão é que a produção apresente um aumento de 12,6%, ampliando para 13,1 milhões de toneladas, contra 11,7 milhões de toneladas da safra anterior.

No caso do milho, a produção total deverá ser de 55 milhões de toneladas, 1,7% menor do que na safra passada, quando foram produzidos 56 milhões de toneladas. A queda, segundo a Conab, originou-se no milho primeira safra, que será menor em 1 milhão de toneladas. A razão principal para isso foi a diminuição da área em 33,6 mil hectares (0,4%), ficando em 7,7 milhões de hectares.

Para o milho segunda safra, cujo plantio ainda não terminou, a área plantada deverá somar 5,45 milhões de hectares (alta de 4,5%), devendo produzir 21,96 milhões de toneladas.

A pesquisa da Conab foi feita por 68 técnicos, no período de 21 a 24 de fevereiro. Foram ouvidos representantes de cooperativas e de sindicatos rurais, de órgãos públicos e privados nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, e de parte das regiões Norte e Nordeste.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também divulgou hoje, no Rio de Janeiro, nova estimativa para a safra de grãos. Segundo o instituto, devem ser colhidos 151,2 milhões de toneladas, superior à safra recorde de 149,5 milhões de toneladas de 2010.

A diferença entre os dados divulgados pelo IBGE e pela Conab se deve aos períodos avaliados. O instituto analisa a colheita de janeiro a dezembro, enquanto a Conab se baseia no ano-safra, que vai de agosto a julho. (Pedro Peduzzi, da Agência Brasil)



Últimas

2020/09/22 » Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
2020/09/22 » Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais
2020/09/22 » Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses
2020/09/18 » Governo já desembolsou R$ 197 bilhões em auxílio emergencial
2020/09/17 » Entidades elogiam decisão do Copom de manter a Selic
2020/09/17 » Prefeitura de São Paulo adota home office permanente
2020/09/17 » PIB tem queda de 4% no trimestre encerrado em julho, aponta FGV
2020/09/16 » Petrobras quer vender mais ativos de exploração e produção
2020/09/16 » Saques no comércio com Pix começam no 2º trimestre de 2021
2020/09/16 » Concessionária da Malha Paulista e Norte-Sul antecipa outorgas
2020/09/15 » Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
2020/09/15 » União pode quebrar se forem criados novos fundos, diz Guedes

Ver mais »