Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Situado no Anel de Fogo do Pacífico, Japão tem histórico de terremotos 11/03/2011

Localizado no chamado Anel de Fogo do Pacífico, o Japão é atingido por cerca de 20% de todos os terremotos de magnitude superior a 6 graus que ocorrem no mundo. Há uma longa história de abalos sísmicos no Japão, porém outras regiões do mundo também têm registros de abalos históricos, como o Chile, os Estados Unidos e recentemente o Haiti, cujo terremoto matou mais de 220 mil pessoas, em janeiro de 2010.

Em 22 maio 1960, houve abalos na região de Valdivia, no Chile, atingindo 9,5 graus na escala Richter. Os tremores provocaram 5 mil mortos e um tsunami, que chegou às costas do Havaí e das Filipinas, onde morreram 61 e 32 pessoas respetivamente.

Dois anos depois, em 27 março de 1964, abalos de magnitude de quase 9 graus na escala de Richter atingiram o Alasca e a costa Nordeste da Califórnia, deixando 121 mortos e um tsunami com ondas de 6 metros, que mataram mais 11 pessoas em Crescent City, na Califórna.

Há seis anos, em 26 dezembro 2004, um maremoto de 8,9 na escala de Richter, com epicentro em Aceh, na Indonésia, seguido de tsunami causou 229.866 mortos em doze países banhados pelo Índico.

No ano seguinte, em 28 março de 2005, abalos de 8,7 graus na escala de Richter atingiram a costa indonésia de Nias, com 547 mortos e mil desaparecidos. No ano passado, em 12 de janeiro, o Haiti foi devastado por um terremoto de 7 graus na escala Richter. Mais de 220 mil pessoas morreram e até hoje muitas famílias vivem em abrigos improvisados.

Em 27 fevereiro 2010, um terremoto de magnitude 8,8 graus na escala Richter atingiu o Centro e o Norte do Chile. A estimativa é que 525 pessoas morreram e 25 desapareceram, houve ainda prejuízos materiais e o país até hoje passa pelo processo de reconstrução. Os tremores também foram acompanhados por um tsunami que matou 156 pessoas nas zonas costeiras do Chile e no arquipélago Juan Fernandez.

Hoje o Japão foi atingido pelo terremoto de magnitude 8,9 graus na escala Richter, um dos mais intensos dos últimos anos, de acordo com dados de especialistas. O epicentro foi na costa próxima à província de Miyagi, a 373 quilômetros da capital. Autoridades japonesas informam que, pelo menos, 26 pessoas morreram.

As informações são da agência pública de notícias de Portugal, a Lusa, e a BBC Brasil. (Agência Brasil)



Últimas

2021/04/19 » O que é Ibovespa
2021/04/19 » Setor energético terá investimentos de R$ 3 tri até 2030, diz ministro
2021/04/19 » Banco Central altera norma para segunda fase do open banking
2021/04/16 » Serviços registram crescimento de 3,7% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/16 » LDO de 2022 destravará gastos com obras em caso de atraso no Orçamento
2021/04/16 » Projeto da LDO prevê crescimento de 2,5% para o próximo ano
2021/04/16 » Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real
2021/04/16 » Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
2021/04/16 » IGP-10 acumula inflação de 31,74% em 12 meses, diz FGV
2021/04/15 » Abertura de empresas bate recorde em 2020, diz Serasa
2021/04/15 » Indicador Antecedente tem queda de 2,2% em março, revela FGV
2021/04/15 » Vendas nos supermercados têm alta de 5,18% em fevereiro
2021/04/15 » Economia abre consulta pública para debater nova Lei de Licitações
2021/04/15 » Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea
2021/04/15 » Confiança do empresário cai pelo quarto mês seguido, diz CNI
2021/04/14 » Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020
2021/04/14 » Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea
2021/04/14 » Taxa de empréstimo pessoal tem pequena alta em abril, aponta Procon-SP
2021/04/14 » Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/13 » Calendário de restituições não muda com novo prazo do Imposto de Renda

Ver mais »