Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Campanha nacional de vacinação contra a raiva começa em julho 24/03/2011

A partir de julho, começa a campanha de vacinação nacional de cerca de 29 milhões de cães e gatos contra raiva. Na primeira etapa, oito estados irão imunizar quase 7 milhões de animais. Em setembro, a campanha será realizada em 16 estados e no Distrito Federal, com a aplicação das doses em 22 milhões de bichos.

O Rio Grande do Sul e Santa Catarina são os únicos estados que não participam da vacinação, pois não registram a circulação do vírus da raiva. O Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR) fornecerá 32 milhões de doses ao Ministério da Saúde, que irá distribui-las às secretarias estaduais de saúde a partir de maio. A pasta garante que as vacinas poderão ser usadas somente depois de aprovadas pelo Ministério da Agricultura.

Em 2010, a campanha de vacinação foi suspensa em todo o país, depois de mortes e reações adversas em cães e gatos que haviam sido vacinados, principalmente no Rio de Janeiro e em São Paulo. De acordo com o ministério, foram notificadas 637 reações adversas, sendo 41,6% dos casos graves (morte ou reação alérgica que pode levar à morte).

Diante dos problemas nos animais, o governo federal decidiu proibir o uso da vacina fabricada pelo laboratório Bio-Vet, e usada pela primeira vez em uma campanha nacional contra raiva. A vacina havia recebido o aval dos ministérios da Saúde e da Agricultura. Porém, com o registro das mortes, novos testes foram feitos pelas pastas nos quais foram constatadas a ocorrência de reações adversas acima do esperado. O fornecedor teve de recolher as doses restantes nos estados.

Na campanha deste ano, as secretarias de Saúde devem notificar casos de reações em animais vacinados ao ministério. Esse processo teve início no ano passado.

A raiva é uma doença viral que pode ser transmitida ao homem por mordida, lambida ou arranhão de um animal infectado, principalmente cães, gatos, saguis e morcegos. A taxa de letalidade entre humanos é próxima de 100%. (Carolina Pimentel, da Agência Brasil)



Últimas

2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens
2020/10/19 » Doria apresenta plano de retomada econômica de São Paulo
2020/10/19 » Produção brasileira de aço cresce 7,5% em setembro
2020/10/16 » Indicador antecedente da economia brasileira cresce 1,2% em setembro
2020/10/16 » Atividade econômica tem alta de 1,06% em agosto, diz Banco Central
2020/10/16 » Rebanho bovino cresce em 2019, influenciado pelo cenário externo
2020/10/15 » Produção de motocicletas aumenta 13,1% em setembro
2020/10/15 » Ministério entrega à Presidência projeto de privatização dos Correios
2020/10/15 » Programa de suspensão de contrato e redução de jornada é prorrogado
2020/10/14 » Guedes defende reformas e rigor fiscal pós-pandemia a comitê do FMI

Ver mais »