Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Aiea manda esvaziar povoado no Japão e brasileiro recebe a missão de organizar debate sobre acidentes nucleares 30/03/2011

A Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) recomendou hoje (30) a retirada de todos os moradores do povoado de Iitate, localizado a 40 quilômetros da Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, no Nordeste do Japão. O risco de contaminação gerado a partir dos acidentes nucleares no país motivou uma reunião extraordinária marcada para junho, em Viena. O embaixador brasileiro Antonio Guerreiro foi convocado para organizar o evento.

Desde o último dia 11, quando houve o terremoto, foram registradas explosões e vazamentos na usina. A decisão de retirar os moradores foi tomada porque especialistas identificaram elevados níveis de radioatividade na região. As informações são da Aiea e da Organização das Nações Unidas.

O diretor do Departamento de Segurança Nuclear da Aiea, Denis Flory, afirmou hoje que exames feitos na região de Iitate mostram que há excesso nos níveis de radioatividade em torno da área. Segundo ele, o governo japonês estuda novas recomendações à população.

Até agora, a orientação das autoridades do Japão era para que as pessoas evitassem a aproximação a 20 quilômetros da usina. Para Flory, o ideal será adotar a ordem de esvaziamento da área em um raio de 30 quilômetros.

Segundo ele, os peritos identificaram que os níveis de radioatividade no povoado equivalem ao dobro do que é considerado não prejudicial à saúde. Porém, ele ressaltou que as autoridades japonesas devem fazer suas próprias análises pois existem variáveis que interferem nas medições.

No período de 20 a 24 de junho, a Aiea vai promover uma conferência sobre segurança nuclear. A iniciativa foi gerada pelos acidentes nucleares do Japão. O diretor-geral da agência, Yukiya Amano, disse ter nomeado o embaixador brasileiro Antonio Guerreiro para consultar os integrantes da Aiea sobre as discussões em junho.

Inicialmente, serão analisados os acidentes em Fukushima Daiichi e feita análise das normas de segurança na usina. Também deverá ser apresentada uma proposta para revisão do sistema de emergência adotado pelos japoneses. Amano disse que o assunto não é apenas técnico, mas também político. (Renata Giraldi, da Agência Brasil)



Últimas

2020/11/26 » Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,6 anos em 2019
2020/11/26 » Campos Neto: Pix vai gerar inclusão e reduzir custos para população
2020/11/26 » Vendas de máquinas e equipamentos têm alta de 16% em outubro
2020/11/25 » Anatel prevê leilão do 5G no final do primeiro semestre de 2021
2020/11/25 » Mercado de capitais analisa critérios socioambientais de empresas
2020/11/25 » Pix tem quase 4,4 milhões de portabilidade de chaves
2020/11/24 » Maioria dos reajustes até outubro teve ganhos reais, diz Dieese
2020/11/24 » Mercado aumenta previsão de inflação e prevê queda menor do PIB
2020/11/24 » Guedes anuncia que vai para o "ataque" com privatizações e reformas
2020/11/23 » Mais de 60% dos internautas no país usam serviços públicos digitais
2020/11/23 » Guia de financiamento ajuda empresas interessadas em sustentabilidade
2020/11/23 » Em reunião do G20, Guedes diz que recuperação do Brasil surpreende
2020/11/20 » Economia cresceu 7,5% do segundo para o terceiro trimestre, diz FGV
2020/11/20 » Produção e empregos estão em alta na indústria, diz CNI
2020/11/20 » Confiança do empresário do comércio sobe 4,1% em novembro, diz CNC
2020/11/18 » Aumento de exportações industriais traria R$ 376 bi para economia
2020/11/18 » Quase dois terços das indústrias esperam faturar mais em 2021
2020/11/18 » Brics apoia candidatura do Brasil para Conselho de Segurança da ONU
2020/11/17 » Pix terá pagamentos programados e troco em dinheiro
2020/11/17 » PagTesouro começa a disponibilizar Pix como forma de pagamento

Ver mais »