Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Inflação do aluguel sobe 0,66% na segunda prévia de maio 18/05/2011

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), que serve de referência para reajustes em contratos de aluguel, ficou em 0,66% na segunda prévia de maio. O resultado supera o observado no mesmo período do mês anterior, quando a variação foi de 0,55%.

De acordo com dados divulgados hoje (18) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o indicador acumula no ano alta de 3,57%; já nos últimos 12 meses, a elevação acumulada é de 10,03%.

Entre os subíndices que compõem o IGP-M, apenas o que mede a evolução dos preços no atacado diminuiu entre as duas apurações. Na segunda leitura de maio, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), responsável por 60% da taxa global, ficou em 0,40% depois de registrar 0,51% um mês antes. O resultado foi influenciado pela queda nos preços dos alimentos processados, cuja taxa passou de 0,96% para -0,85%. Também ficaram mais baratas algumas matérias-primas brutas, como algodão em caroço (de -1,69% para -21,49%), soja em grão (de -1,24% para -3,45%) e laranja (de -9,52% para -21,35%).

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que responde por 30% do IGP-M, aumentou de 0,65% para 0,97%. Seis das sete classes de despesa componentes do IPC registraram acréscimos em suas taxas de variação, com destaque para o grupo alimentação (de 0,64% para 1,09%). Nesta classe de despesa, as maiores pressões partiram de hortaliças e legumes (de 2,71% para 5,92%), panificados e biscoitos (de -0,37% para 0,73%) e laticínios (de 1,48% para 2,40%).

Também pesaram mais no bolso do consumidor vestuário (de 0,97% para 1,61%), habitação (de 0,31% para 0,71%), saúde e cuidados pessoais (de 0,72% para 1,11%), despesas diversas (de 0,29% para 0,48%) e educação, leitura e recreação (de 0,29% para 0,31%).

Último índice que compõe o IGP-M, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) também subiu entre os dois levantamentos ao passar de 0,50% para 1,67%. Ficaram mais caros os materiais, equipamentos e serviços (de 0,27% para 0,50%) e o custo da mão de obra (de 0,74% para 2,90%). O INCC representa 10% da taxa global.

Para calcular a segunda prévia do IGP-M de maio, foram coletados preços entre os dias 21 de abril e 10 de maio. (da Agência Brasil, Thais Leitão)



Últimas

2021/04/14 » Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020
2021/04/14 » Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea
2021/04/14 » Taxa de empréstimo pessoal tem pequena alta em abril, aponta Procon-SP
2021/04/14 » Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE
2021/04/13 » Calendário de restituições não muda com novo prazo do Imposto de Renda
2021/04/13 » Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 4,85% este ano
2021/04/13 » Inflação para idosos acumula taxa de 6,2% em 12 meses
2021/04/12 » Cadastro de imóveis rurais será completamente digitalizado
2021/04/12 » Confaz aprova parte da regulamentação da nova Lei do Gás
2021/04/12 » CNI defende rápida regulamentação da Lei do Gás
2021/04/12 » Indicador econômico global mantém trajetória de recuperação, diz FGV
2021/04/09 » As principais mudanças do Marco Legal do Gás
2021/04/09 » Inflação foi de 0,93% em março, maior alta para o mês desde 2015
2021/04/09 » Mais de 70% das indústrias têm dificuldades em conseguir matéria-prima
2021/04/09 » Custo da construção sobe 1,45% em março, diz IBGE
2021/04/09 » Crédito imobiliário da Caixa bate recorde no primeiro trimestre
2021/04/09 » Um quarto das pequenas empresas fechou em fevereiro, revela pesquisa
2021/04/09 » BNDES lança nova modalidade de crédito para a área rural
2021/04/09 » Dieese: custo da cesta básica cai em 12 capitais em março
2021/04/09 » Trabalhadores autônomos foram mais prejudicados por pandemia em 2020

Ver mais »