Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Organizações de jovens, negros e mulheres serão as próximas a conhecer Plano Brasil sem Miséria 21/05/2011

Previsto para ser lançado em junho, o Plano Brasil sem Miséria está sendo apresentado pelo governo a integrantes de movimentos sociais. Ao longo dessa semana, os representantes de trabalhadores rurais e de movimentos sociais urbanos foram os primeiros a conhecer as diretrizes da política que tem a meta de retirar 16 milhões de pessoas da extrema pobreza até 2014.

Na próxima segunda-feira (23) as diretrizes da nova política do governo serão apresentadas a representantes de organizações não governamentais e de movimentos de jovens, negros e mulheres.

 

Até o final do mês, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, se reunirão ainda com representantes de sindicatos, do setor industrial, agronegócio e de igrejas.

 

Nesses encontros, as demandas e sugestões de cada área são ouvidas e poderão ser incluídas no plano. Os representantes de movimentos sociais urbanos, como os de moradia popular, recebidos na última quinta-feira (19), enfatizaram a necessidade de que a construção de casas para famílias pobres ocorra de forma coordenada com a implementação de políticas sociais para atender essas famílias.

 

“É importante atrelar o combate à pobreza à urbanização das favelas, à construção de moradias, mas não adianta construir casa e não ter ações de combate à miséria junto como a capacitação profissional e ações nas áreas de saúde e educação”, disse em entrevista à Agência Brasil a coordenadora da União Nacional por Moradia Popular, Ivaniza Rodrigues, que participou do encontro.

 

Para Ivaniza, ouvir os movimentos sociais é fundamental para que as medidas sejam bem direcionadas, já que cada segmento tem características específicas. “É importante conversar com os diversos setores. Combater a pobreza não é uma ação isolada do governo. Precisa de participação dos movimentos sociais”, afirmou.

 

Primeiros a discutir com o governo as linhas gerais do Plano de Erradicação da Miséria, os trabalhadores rurais pediram que o tema do acesso à terra seja central para o combate à pobreza no campo e querem que o texto contemple a necessidade de acelerar o processo de reforma agrária.

 

Após as reuniões, a ministra Tereza Campello disse que não será difícil acolher as reivindicações recebidas por que a maior parte delas já está contemplada no plano. “A maior parte das questões colocadas têm uma grande aderência com o que nós já estamos propondo”.

 

O Plano Brasil sem Miséria tem entre as principais metas elevar a renda familiar per capita das famílias que vivem com renda mensal de R$ 70, ampliar o acesso aos serviços públicos, às ações de cidadania e às oportunidades geradas por políticas e projetos públicos. (da Agência Brasil, Yara Aquino)



Últimas

2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC
2021/01/20 » Confiança do empresário do comércio cai 2,2% em janeiro, diz CNC
2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central
2021/01/19 » Atividade industrial desacelera em novembro de 2020
2021/01/18 » Saiba o que é a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
2021/01/18 » China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
2021/01/18 » Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões
2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020
2021/01/14 » Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos
2021/01/14 » IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020
2021/01/14 » Veja o que pode e o que não pode no Enem 2020

Ver mais »