Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Pressionado por críticas, primeiro-ministro do Japão é cobrado a deixar o cargo 01/06/2011

Sob pressão de vários partidos políticos do Japão, o primeiro-ministro do país, Naoto Kan, recusou-se hoje (1º) a deixar o cargo. A resistência de Kan gerou a divulgação de uma moção de censura, assinada por vários líderes partidários, contra a iniciativa dele.

As críticas a Kan se intensificaram por causa das medidas adotadas pelo governo após o terremoto seguido por tsunami, em 11 de março, agravadas pelos acidentes nucleares. Pelos dados oficiais, pelo menos 24 mil pessoas morreram ou desapareceram desde então.

O primeiro-ministro foi criticado por atrasos na reconstrução de casas para os desalojados, pela falta de transparência na informação e falta de liderança. Kan assumiu o cargo há exatamente um ano, depois da demissão de Yukio Hatoyama.

“O que as pessoas mais querem é que trabalhemos juntos para a reconstrução e para resolver a crise nuclear”, afirmou Kan, no Parlamento. “Eu tenho de responder às necessidades das pessoas e isso é a minha responsabilidade.”

Amanhã (2), a moção será votada pelo Parlamento japonês. O documento foi articulado pelo Partido Liberal Democrata (PLD), que governou o Japão a maior parte do tempo da sua história recente. Segundo o comando do partido, o primeiro-ministro perdeu a “credibilidade para o povo japonês”.

Os analistas japoneses têm dúvidas sobre a votação dessa moção, uma vez que o Partido Democrático (PD) do primeiro-ministro controla a Câmara dos Deputados (480 lugares). Porém, alguns deputados do PD poderão apoiar a moção de censura e obrigar Kan a renunciar.

O ex-secretário-geral do PD Ichiro Ozawa afirmou que apoiará a moção de censura. O Partido Novo Komeito, segundo maior da oposição, anunciou que apoia a moção. (da Agência Brasil / Agência Lusa)



Últimas

2020/10/27 » Guedes diz que acordos políticos dificultam privatizações
2020/10/27 » CMN aprova regulação simplificada para projetos inovadores
2020/10/27 » Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 2,99%
2020/10/26 » Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo
2020/10/26 » Petrobras inicia venda de campos terrestres em Sergipe
2020/10/26 » Banco Central registra recorde de remessas de dólares para o Brasil
2020/10/23 » Ministério da Infraestrutura entregará planos de logística até 2050
2020/10/23 » OMS: risco de pegar covid-19 em aviões é "muito baixo", mas não zero
2020/10/23 » Cresce pauta sobre home office nas negociações trabalhistas
2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens

Ver mais »