Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Prefeitos criticam líderes mundiais por demora em fechar acordos sobre mudanças climáticas 01/06/2011

Representantes das 40 maiores cidades do mundo criticaram hoje (1º) a lentidão na discussão para estabelecer acordos mundiais sobre as mudanças climáticas. Durante as primeiras plenárias do encontro do Grupo C40 de Grandes Cidades, em São Paulo, prefeitos disseram que, diante da demora das nações em avançar nos acordos, as cidades precisam liderar o combate aquecimento global.

“Enquanto os governantes nacionais não chegam a um consenso, nós prefeitos estamos desafiados a fazer a nossa parte”, disse o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, anfitrião do encontro do C40, que ocorre até sexta-feira (3).

O encontro discute, principalmente, formas de como as maiores cidades do mundo podem contribuir para redução da emissão dos gases causadores de efeito estufa para conter os efeitos do aquecimento global. De acordo com os prefeitos, as metrópoles são responsáveis por grande parte das mudanças climáticas e, por isso, precisam agir para minimizar seus efeitos mesmo antes de decisões nacionais.

Dados do Banco Mundial, citados nesta manhã no C40, apontam que 80% dos gases causadores de efeito estufa emitidos no mundo vêm das grandes cidades. Todos os gastos que serão necessários para mitigar o aquecimento global ou para recuperar áreas degradadas pelos efeitos dessas mudanças também sairão dos cofres dos municípios.

Presidente do Grupo C40 e prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, disse que, por esses motivos, as cidades não podem esperar decisões globais. Segundo ele, muitos municípios já se adiantaram e estão elaborando eles próprios políticas públicas contra o aquecimento global. “Enquanto os presidentes estão negociando, os prefeitos estão agindo”, resumiu Bloomberg.

O presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, participou da abertura do encontro do Grupo C40 e ratificou a liderança das cidades nas políticas contra as mudanças climáticas. Segundo ele, justamente por esse papel exercido pelos municípios é que o Banco Mundial resolveu fazer uma parceria com o C40 para incentivar a criação de planos para a redução da emissão de gases de efeito estufa nas cidades. (da Agência Brasil, Vinicius Konchinski)



Últimas

2020/10/27 » Guedes diz que acordos políticos dificultam privatizações
2020/10/27 » CMN aprova regulação simplificada para projetos inovadores
2020/10/27 » Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 2,99%
2020/10/26 » Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo
2020/10/26 » Petrobras inicia venda de campos terrestres em Sergipe
2020/10/26 » Banco Central registra recorde de remessas de dólares para o Brasil
2020/10/23 » Ministério da Infraestrutura entregará planos de logística até 2050
2020/10/23 » OMS: risco de pegar covid-19 em aviões é "muito baixo", mas não zero
2020/10/23 » Cresce pauta sobre home office nas negociações trabalhistas
2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens

Ver mais »