Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Procon-SP pede intervenção na Eletropaulo por problemas no fornecimento de energia 13/06/2011

A Fundação Procon-SP informou hoje (13) que solicitou à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a intervenção administrativa da empresa AES Eletropaulo. A companhia é a distribuidora de energia elétrica para a Grande São Paulo. Na semana passada, um temporal na região acabou deixando clientes da AES Eletropaulo por até três dias sem luz.

O Procon-SP alegou, em nota, que problemas nos serviços prestados pela Eletropaulo ocorrem desde 2009. Por isso, defende o órgão, a Aneel deveria substituir a diretoria da companhia por um interventor. Essa medida já está prevista na legislação do setor e pode ser tomada quando constatadas inadequações na prestação do serviço.

“Em decorrência dos gravíssimos problemas relacionados à energia elétrica que os consumidores do estado de São Paulo enfrentam desde 2009, a fundação pede à agência responsável pela regulação e fiscalização do setor [elétrico] a decretação de intervenção administrativa”, defendeu o Procon-SP, em seu comunicado.

Segundo o Procon-SP, várias medidas já foram tomadas para tentar reverter os problemas enfrentados por clientes da Eletropaulo. A fundação já pediu esclarecimentos da empresa, convocou a companhia a apresentar soluções para as quedas de energia e ainda aplicou mais de R$ 18 milhões em multas. Apesar disso, o Procon-SP ainda considera a intervenção da Aneel necessária. Por isso, encaminhou na sexta-feira um pedido formal à agência reguladora.

A Aneel informou hoje que, até o momento, o pedido do Procon-SP não chegou à agência e também que não há um prazo para que a solicitação seja analisada a partir do momento em que ela for entregue. A agência reguladora afirmou estar ciente dos problemas ocorridos na semana passada, em São Paulo, e que fará uma fiscalização na AES Eletropaulo para verificar os motivos da demora no religamento da energia. A distribuidora também será fiscalizada por agentes da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp).

Em resposta às denúncias de demora no restabelecimento de energia, a AES Eletropaulo disse que tem mantido investimentos para garantir a qualidade de seu serviço. Desde 2006, diz a companhia, foram mais de R$ 3 bilhões aplicados. Até 2015, a empresa espera investir mais R$ 3 bilhões na melhoria da qualidade do fornecimento de energia.

A Eletropaulo informou também que seus indicadores de qualidade, determinados pela própria Aneel, são superiores ao indicador médio de todas as distribuidoras do país e da Região Sudeste. A companhia disse ainda que mantém um relacionamento transparente com todos os órgãos de fiscalização, inclusive o Procon-SP, e que “fornece todas as informações necessárias sobre as demandas recebidas desses órgãos de forma espontânea ou sempre que solicitado.” (da Agência Brasil, Vinicius Konchinski)



Últimas

2020/10/28 » Apoio emergencial do BNDES a empresas na pandemia alcança R$ 105 bi
2020/10/28 » Programa para ampliar produtividade das empresas é retomado
2020/10/28 » Confiança da construção cresce 3,7 pontos em outubro, diz FGV
2020/10/27 » Guedes diz que acordos políticos dificultam privatizações
2020/10/27 » CMN aprova regulação simplificada para projetos inovadores
2020/10/27 » Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 2,99%
2020/10/26 » Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo
2020/10/26 » Petrobras inicia venda de campos terrestres em Sergipe
2020/10/26 » Banco Central registra recorde de remessas de dólares para o Brasil
2020/10/23 » Ministério da Infraestrutura entregará planos de logística até 2050
2020/10/23 » OMS: risco de pegar covid-19 em aviões é "muito baixo", mas não zero
2020/10/23 » Cresce pauta sobre home office nas negociações trabalhistas
2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo

Ver mais »