Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Varejo deve continuar aquecido, apesar das medidas de contenção do crédito 13/07/2011

Por causa do aumento do custo do crediário, o consumidor da cidade de São Paulo está mais cauteloso na hora de fazer compras a prazo. Mas essa cautela ainda não é suficiente para alterar as expectativas de vendas do comércio varejista neste segundo semestre. É o que mostram os dados de uma pesquisa com 500 consumidores feita pelo Programa de Administração do Varejo (Provar) da Fundação Instituto de Administração (FIA), em conjunto com a Felisoni Consultores Associados.

O levantamento mostra que 72,4% dos entrevistados continuam dispostos a comprar bens duráveis no terceiro trimestre, ante 75,6% que declararam a mesma intenção no terceiro trimestre de 2010. Mesmo com essa queda de 3,2 pontos percentuais, o índice está acima da média de 60% da série histórica, que começou em 2003.

Para Claudio Felisoni de Angelo, presidente do conselho do Provar, o resultado da pesquisa deve ser motivo de preocupação para o governo, que espera uma queda do consumo com as medidas de restrição ao crédito adotadas recentemente para segurar a inflação. “Os patamares [de vendas] estão preservados. Muito provavelmente fecharemos 2011 como um ano muito bom para o comércio, o que, certamente, implicará em maior preocupação do governo no controle da inflação”.

Em sete das dez categorias pesquisadas sobre o interesse de comprar pelo crediário, houve redução do desejo de consumo. No caso de automóveis e motocicletas, a intenção de compra caiu 24,2% entre o segundo e o terceiro trimestres. A segunda maior queda se deu na intenção de compra de produtos da linha branca, de eletrodomésticos como geladeiras, lavadoras e fogões (-22,6%).

Os produtos eletroeletrônicos mantêm-se à frente na preferência de consumo (12,8%) . Este percentual é ligeiramente superior ao registrado no segundo trimestre (12%) e supera o índice medido em igual período do ano passado (10,4%).

Na segunda posição está a intenção de consumo de produtos de informática (11,4%). Cine e foto ocupam o terceiro lugar, com queda de 15,8% sobre o mesmo período do ano passado (de 12,6% para 10,6%).

A queda da intenção de consumo, segundo Felisoni, está diretamente associada ao aumento da taxa média anual de juros, qua passou de 41,5% em maio de 2010 para 46,8% em maio deste ano. Felisoni atribuiu à demanda ainda aquecida o crescimento da massa salarial da indústria (8,05% entre março do ano passado e março deste ano) e, em especial, ao avanço do setor de serviços. Na análise dele, a melhora de renda das famílias que ganham entre quatro e dez salários mínimos é o que tem impulsionado os negócios. (da Agência Brasil)



Últimas

2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico
2020/02/12 » Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão
2020/02/11 » OMS nomeia infecção por coronavírus de Covid-19
2020/02/11 » Inflação do aluguel é de 6,86% em 12 meses
2020/02/11 » Portaria com novos valores dos benefícios do INSS é publicada no DO
2020/02/10 » Bombeiros recebem mais de 7 mil chamados devido às chuvas em São Paulo
2020/02/10 » Brasil e Japão assinam memorando para estimular judô nas escolas
2020/02/10 » Serviço Não Perturbe dos bancos começa a funcionar nesta quinta-feira
2020/02/07 » Governo prevê investimento de R$30 bi em ferrovias nos próximos 5 anos
2020/02/07 » Dólar passa de R$ 4,28 e fecha no maior nível desde criação do real

Ver mais »