Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Brasil deve aumentar investimentos em robótica, defende professor 14/07/2011

O Brasil deve aproveitar o potencial em áreas como agricultura e exploração de petróleo na camada pré-sal para investir na indústria de robótica, defende o professor Marco Henrique Terra, da Universidade de São Paulo em São Carlos (USP São Carlos). “São dois setores que, economicamente, podem resultar em algo viável para se investir em robótica”, ressaltou.

Segundo ele, comparada à situação de países desenvolvidos, o Brasil não ocupa uma boa posição no que se refere a esse tipo de teconolgia. O professor destacou que, no entanto, no país há uma série de iniciativas pontuais que, se forem incentivadas, poderão trazer resultados favoráveis.

“Acredito que no médio e longo prazos, se a gente conseguir focar em determinados setores específicos, em que o Brasil tem potencial econômico para competir, a gente possa obter alguma coisa.”

Terra lembrou que as plataformas do pré-sal ficarão bastante afastadas da costa, o que indica que o nível de automação e de robotização será alto na atividade de exploração nessas áreas. “Pela distância, por segurança das pessoas que trabalham, quanto menos gente houver nessas plataformas, melhor. Aí há um cenário para médio e longo prazo para empresas de pequeno porte, se houver investimentos para que elas desenvolvam soluções para esse tipo de exploração, que é nova e diferente da que se faz hoje.”

A inovação tecnológica no Brasil na indústria de robôs será tema de debate hoje (14), no Clube de Engenharia, no Rio de Janeiro. A ênfase será a fabricação de produtos de elevado valor agregado e o crescimento de empregos com qualificação.

Terra disse que as iniciativas brasileiras em robótica são feitas, na maioria dos casos, por empresas de pequeno porte. “Portanto, há muito o que se fazer. Acho que o caminho é esse: potencializar a pesquisa nessas empresas que se propõem a fazer isso aqui no Brasil.”

Entre os principais robôs em atividade, está o Ambiental Híbrido Chico Mendes, criado em 2005 pelo Centro de Pesquisas da Petrobras, para fazer o monitoramento da Amazônia. Para outros segmentos, como a indústria nuclear, Terra afirmou que ainda não foram desenvolvidos robôs no Brasil.

Para ele, tanto o governo quanto a iniciativa privada devem investir na área de robótica. A Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia (Finep) investiu em projetos de robótica R$ 47,5 milhões, no período entre 2004 e 2010.

O professor disse que o investimento ainda “é pouco”, mas destacou que a Finep “tem feito o que pode”. “Com os recursos de que dispõe, tem feito o máximo possível e trabalhado bem, definindo prioridades de maneira criteriosa e apropriada.”

Terra destacou que nos Estados Unidos, por exemplo, um único projeto voltado para o desenvolvimento de um robô aéreo pode demandar investimentos de até US$ 30 milhões. (da Agência Brasil, Alana Gandra)



Últimas

2020/07/16 » Covid-19: 80% dos executivos no país esperam queda na receita em 2020
2020/07/16 » Cartórios passam a monitorar violência patrimonial contra idosos
2020/07/16 » Saiba como fazer o teste diagnóstico de covid-19 pelo plano de saúde
2020/07/14 » Parcela de petróleo da União por contratos de partilha cresce 50%
2020/07/14 » UFMG faz campanha para ampliar acesso de alunos a aulas remotas
2020/07/14 » Setor de segurança tem alta de 40% na busca por tecnologia inteligente
2020/07/13 » Saiba como funciona o ITBI
2020/07/13 » Estatuto da Criança e do Adolescente completa 30 anos
2020/07/13 » Caixa inclui custo com cartório e ITBI em financiamento imobiliário
2020/07/10 » Covid-19: pessoas com sintomas devem procurar atendimento imediato
2020/07/10 » ONU pede fim do financiamento ao carvão e apoio à energia renovável
2020/07/10 » OMS quer mais evidências sobre transmissão da covid-19 pelo ar
2020/07/09 » Novo site simplifica adesão ao acordo dos planos econômicos
2020/07/09 » Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender
2020/07/09 » Pandemia causou impacto em 57% das companhias exportadoras, revela CNI
2020/07/09 » Estimativa de junho prevê safra recorde de 247,4 milhões de toneladas
2020/07/09 » MEC anuncia que Enem será em 17 e 24 de janeiro de 2021
2020/07/08 » Confira pagamentos e tributos adiados ou suspensos durante pandemia
2020/07/08 » Câmara aprova MP que suspende cumprimento mínimo de dias letivos
2020/07/08 » Câmara aprova MP que permite reembolso de passagem aérea em até um ano

Ver mais »