Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Saldo da entrada e saída de dólares do país fica positivo na primeira quinzena do mês 20/07/2011

O saldo da entrada e saída de dólares do país (fluxo cambial) ficou positivo em US$ 10,132 bilhões, neste mês, até o dia 15, segundo dados divulgados hoje (20) pelo Banco Central (BC). De janeiro até a primeira quinzena deste mês, o fluxo cambial está positivo em US$ 49,965 bilhões contra resultado também positivo, mas bem menor, de US$ 172 milhões, de igual período de 2010. Em julho de 2010, o fluxo cambial ficou negativo em US$ 3,191 bilhões.

O resultado preliminar deste mês contou com um saldo positivo de US$ 3,245 bilhões do fluxo comercial (operações de exportações e importações) e de US$ 6,887 bilhões do saldo financeiro (registro de investimentos em títulos, ações, remessas de lucros e dividendos ao exterior, entre outras operações).

 

De janeiro a 15 de julho, o fluxo comercial ficou positivo em US$ 19,438 bilhões, enquanto o financeiro registrou saldo positivo de US$ 30,527 bilhões.

 

Os dados divulgados hoje também mostram que as compras de dólares pelo BC no mercado à vista elevaram as reservas internacionais em US$ 2,484 bilhões, neste mês até o dia 15.

 

O BC também informou que o recolhimento compulsório sobre a posição vendida de câmbio dos bancos registrou saldo de R$ 42 milhões, no dia 15 deste mês. A primeira vez que o BC fez esse recolhimento foi no último dia 5, quando o saldo desse tipo de depósito compulsório ficou em R$ 55 milhões.

 

A posição vendida indica a aposta dos bancos em relação à queda do dólar no mercado à vista. Esse tipo de depósito compulsório – recursos que os bancos são obrigados a depositar no BC – é recolhido em espécie e não é remunerado.

 

Em janeiro deste ano, o BC determinou o recolhimento para reduzir as apostas em relação à queda do dólar, uma vez que em dezembro a posição vendida dos bancos estava em US$ 16,8 bilhões, nível considerado alto. A medida entrou em vigor em abril, mas, desde então, não havia sido registrado recolhimento de dinheiro, já que as instituições estavam respeitando o limite estabelecido pelo BC. O recolhimento é de 60% sobre o valor da posição vendida de câmbio que exceder US$ 3 bilhões ou o montante equivalente ao patrimônio da instituição financeira.

 

Na último dia 8, o Banco Central alterou a medida, ao reduzir o limite de posição vendida de US$ 3 bilhões para US$ 1 bilhão. Segundo a circular do BC, a medida produzirá efeitos “a partir do período de cálculo, com início no dia 11 de julho de 2011”. O valor do recolhimento é feito com base no cálculo da média móvel dos últimos cinco dias. (da Agência Brasil, Kelly Oliveira)



Últimas

2021/01/18 » Saiba o que é a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
2021/01/18 » China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
2021/01/18 » Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões
2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020
2021/01/14 » Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos
2021/01/14 » IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020
2021/01/14 » Veja o que pode e o que não pode no Enem 2020
2021/01/13 » BNDES define consórcio que apoiará programa de aceleração de startups
2021/01/13 » Inflação da construção civil atinge 10,16% em 2020
2021/01/13 » Inflação para famílias com menor renda fecha 2020 com alta de 5,45%
2021/01/13 » Inflação oficial fecha 2020 em 4,52%, diz IBGE
2021/01/12 » Ministério pede avanço de reformas para manter fábricas no país
2021/01/12 » Preço da cesta básica aumentou em todas as capitais em 2020
2021/01/12 » Plataforma promove compartilhamento de materiais na economia
2021/01/11 » Como entrar em 2021 com as contas no azul
2021/01/11 » Digitalização de serviços públicos gera economia de R$ 2 bi por ano
2021/01/11 » Banco do Brasil renegocia R$ 40 milhões em dívidas por WhatsApp

Ver mais »