Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Medidas para substituir importações do setor eletroeletrônico saem ainda este ano, diz Abinee 02/08/2011

As medidas de estímulo a alguns setores da indústria, anunciadas hoje (2) pelo governo, agradaram ao presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato. Mas, segundo ele, as medidas voltadas especificamente para a indústria eletroeletrônica deverão ser anunciadas antes do fim do ano.

“Fui informado pelo ministro [do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC] Fernando Pimental que a política industrial para microeletrônica será lançado no segundo semestre. Essa política anunciada hoje [Plano Brasil Maior] é uma política de linhas gerais que, sem a menor dúvida, vai beneficiar o setor. Mas a política específica de microeletrônica é a que vai atender à fabricação desses produtos que, hoje, são só montados no Brasil”, disse Barbato.

Segundo ele, já está sendo preparada uma proposta de política industrial para estimular a produção de componentes eletroeletrônicos no Brasil. “Ela será apresentada pelo ministro [da Ciência e Tecnologia, Aloizio] Mercadante, nos próximos dias. A ideia da indústria de componentes de poder retomar com vigor o seu espaço é fundamental, até para que possamos diminuir o grande déficit da balança comercial”, defendeu o empresário.

“Nesse momento, estamos aguardando e preparando as propostas práticas solicitadas por Mercadante. Elas não estão totalmente terminadas. Sem dúvida nenhuma, estará, entre elas, a atração de alguns fabricantes de componentes ativos e passivos que são fundamentais para a nossa produção local, como semicondutores e displays [telas], por exemplo. Esses são os dois exemplos maiores do que o setor eletrônico necessita”, informou Barbato.

A inovação, segundo Barbato, é inerente à indústria, principalmente a uma indústria como a eletroeletrônica, cujos produtos têm uma vida muito breve. “Inovação é algo fundamental para a nossa sobrevivência. Entretanto, não podemos nos esquecer de medidas pontuais e que, nesse instante, possam impactar setores que estão muito prejudicados. Nesses setores não é a inovação que vai resolver o problema. São medidas pontuais que possam solucionar a grande falta de competitividade gerada pelo câmbio [apreciado]”. (da Agência Brasil, Yara Aquino)



Últimas

2020/09/22 » Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
2020/09/22 » Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais
2020/09/22 » Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%
2020/09/21 » Turismo: metade das operadoras vende viagens para novembro e dezembro
2020/09/21 » Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais
2020/09/21 » O que é o Sistema S?
2020/09/18 » Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
2020/09/18 » Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro
2020/09/18 » IBGE: desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto
2020/09/18 » CNI apresenta propostas para retomada da economia
2020/09/18 » Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses
2020/09/18 » Governo já desembolsou R$ 197 bilhões em auxílio emergencial
2020/09/17 » Entidades elogiam decisão do Copom de manter a Selic
2020/09/17 » Prefeitura de São Paulo adota home office permanente
2020/09/17 » PIB tem queda de 4% no trimestre encerrado em julho, aponta FGV
2020/09/16 » Petrobras quer vender mais ativos de exploração e produção
2020/09/16 » Saques no comércio com Pix começam no 2º trimestre de 2021
2020/09/16 » Concessionária da Malha Paulista e Norte-Sul antecipa outorgas
2020/09/15 » Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
2020/09/15 » União pode quebrar se forem criados novos fundos, diz Guedes

Ver mais »