Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Postos de saúde abrem no sábado para vacinar contra pólio; em alguns estados, terá vacinação contra sarampo 11/08/2011

No próximo sábado (13), cerca de 115 mil postos de saúde estarão abertos para a segunda etapa nacional de vacinação contra a paralisia infantil. A meta é imunizar mais de 14 milhões de crianças menores de 5 anos de idade, o equivalente a 95% do público-alvo.

Foram distribuídas às secretarias de Saúde mais de 21 milhões de doses. No lançamento oficial da segunda etapa da campanha, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, alertou hoje (10) que os pais devem levar os filhos para tomar as duas gotinhas contra a pólio, mesmo que eles tenham sido vacinados na primeira etapa da campanha, realizada no dia18 de junho. Quem não foi vacinado na primeira etapa, pode tomar a vacina na segunda fase.

O último caso de poliomielite foi registrado no Brasil em 1989, na Paraíba. O ministério avisa que os pequenos devem continuar sendo vacinados porque ainda há registro da doença em 26 países. Em quatro países, a transmissão do vírus é constante: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão.

Além da campanha contra pólio, crianças de 1 a 7 anos de idade serão imunizadas contra o sarampo, em 18 estados e no Distrito Federal. A meta é vacinar 17 milhões de crianças. A campanha de vacinação contra o sarampo vai até o dia 16 de setembro

O país já registrou 18 casos de sarampo este ano. Todos foram considerados importados, ou seja, provocados por vírus circulante em outro país. A Europa enfrenta um surto da doença. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já contabilizou 11,5 mil casos em todo o mundo este ano, sendo mais de 7 mil somente na França.

De acordo com o Ministério da Saúde, as vacinas contra pólio e sarampo podem ser dadas no mesmo dia e não prejudicam a saúde das crianças. As doses também não têm contraindicação. É recomendado não vacinar crianças com problemas imunológicos, como pacientes de câncer e aids, ou que tiveram reação alérgica grave à vacina anterior. Se a criança estiver com febre ou infecção, a orientação é procurar um médico antes de vacinar. (da Agência Brasil, Carolina Pimentel)



Últimas

2020/01/24 » Déficit primário pode ser zerado até 2022, diz secretário
2020/01/24 » Arrecadação federal com impostos chega a R$ 1,537 trilhão em 2019
2020/01/24 » Confiança do empresário é a maior desde junho de 2010, diz CNI
2020/01/22 » CNC: intenção de consumo das famílias tem melhor janeiro desde 2015
2020/01/22 » Confiança da indústria cresce 1,1 ponto na prévia de janeiro
2020/01/22 » Brasil cria centro para indústria 4.0 no Fórum Econômico Mundial
2020/01/21 » Brasil passou para quarto destino de investimentos no mundo em 2019
2020/01/21 » Inflação dos aluguéis acumula taxa de 7,91% em 12 meses, diz FGV
2020/01/21 » Guedes conversa com ministros suíços e CEOs de empresas em Davos
2020/01/20 » Mercado financeiro reduz estimativa de inflação este ano para 3,56%
2020/01/20 » Agência Brasil explica: quem pode ser um microempreendedor individual?
2020/01/17 » Varejo de SP espera crescimento de 5% em vendas de materiais escolares
2020/01/17 » Confiança do empresário do comércio tem melhor janeiro desde 2013
2020/01/17 » Dólar fecha acima de R$ 4,19, no maior valor desde início de dezembro
2020/01/17 » Atividade econômica cresce 0,18%, diz Banco Central
2020/01/16 » Dataprev é incluída no Programa Nacional de Desestatização
2020/01/16 » Ipea: alíquota de novo imposto proposto em PECs deve ficar em 27%
2020/01/16 » Inflação pelo Índice Geral de Preços–10 cai de 1,69% para 1,07%
2020/01/15 » Governo quer vender R$ 150 bi em participações em empresas em 2020
2020/01/15 » Novo reajuste do mínimo pode ter impacto de R$ 2,13 bi no Orçamento

Ver mais »