Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Consumidor pode economizar quase R$ 2 mil por ano nas compras em supermercados, mostra pesquisa 29/08/2011

O consumidor pode economizar quase R$ 2 mil nas compras em supermercados, em um ano, se escolher o lugar certo, de acordo com o perfil de consumo. A constatação está em um levantamento da Proteste - Associação Brasileira de Defesa do Consumidor feito em 1.156 pontos de vendas, em 20 cidades de 13 estados e no Distrito Federal.

De acordo com a pesquisa, comprar produtos líderes de venda (104 itens) sai 19% mais caro no Distrito Federal do que em Pernambuco, onde foi detectado o menor preço médio. Para o consumidor que não faz questão de marca e procura os produtos mais baratos, a cesta é 25% mais cara no Rio de Janeiro na comparação com a de São Luís, onde foi encontrado o menor preço.

Pesquisar antes de fazer a compra do mês pode gerar uma boa economia. No Distrito Federal, por exemplo, é possível economizar até R$ 1.944,12 ao ano, dependendo do estabelecimento escolhido.

Segundo a Proteste, a variação de preços em uma cidade depende do ponto de venda e pode ser grande até em supermercados de uma mesma rede. Por isso, a entidade orienta os consumidores a conferir o preço em outro local antes de fazer as compras. A variação de preços para um mesmo produto pode chegar a 200%.

A pesquisa foi feita em pontos de venda em Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Guarulhos, Jaboatão dos Guararapes, João Pessoa, Natal, Niterói, Olinda, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São Paulo, Vila Velha e Vitória.

Os produtos pesquisados se diferenciam das cestas básicas, pois incluem itens diversos, entre os quais pratos congelados, refrigerantes, bebidas, salgadinhos, azeite de oliva, carnes, frutas, legumes e artigos de higiene e limpeza.

A pesquisa completa da Proteste está disponível no site da entidade.

(da Agência Brasil)



Últimas

2021/05/06 » Entidades do setor produtivo criticam aumento de juros
2021/05/06 » Alta da Selic terá pequeno impacto sobre juros finais, diz Anefac
2021/05/06 » Copom eleva juros básicos da economia para 3,5% ao ano
2021/05/06 » Produção industrial cai 2,4% de fevereiro para março
2021/05/06 » Copom eleva juros básicos da economia para 3,5% ao ano
2021/05/05 » Dia das mães: data é a mais importante para o setor de flores
2021/05/05 » Relator da reforma tributária propõe fundir cinco tributos no IBS
2021/05/05 » Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado
2021/05/05 » Medida restabelece regras flexíveis para compras e contratos públicos
2021/05/05 » Famílias com dívidas em atraso crescem para 67,3% em abril
2021/05/05 » MP reinstitui dispensa de licitação para compras relacionadas à covid
2021/05/05 » Reforma tributária tem de "atacar" programas de isenção, afirma Guedes
2021/05/05 » Inflação na saída das fábricas fica em 4,78% em março, diz IBGE
2021/05/04 » Balança comercial tem melhor saldo da história para meses de abril
2021/05/04 » Petróleo: produção na Bacia de Santos ultrapassa 70% do total nacional
2021/05/04 » Brasil não renovará pacto de transporte naval com Argentina e Uruguai
2021/05/04 » Mercado financeiro espera que Selic suba para 3,5% ao ano nesta semana
2021/05/03 » Maior leilão da história trará o 5G ao Brasil
2021/05/03 » Trabalho em home office tende a continuar após fim da pandemia
2021/05/03 » Banco Central nega falha de segurança no Pix e adverte contra golpes

Ver mais »