Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Mantega diz que elevação da meta de superávit primário é resposta à crise e que medida não tem relação com a Selic 29/08/2011

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje (29) que a elevação da meta de superávit primário em cerca de R$ 10 bilhões é uma resposta à crise econômica internacional e não uma sinalização para o Banco Central (BC), às vésperas da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). O comitê anuncia na próxima quarta-feira (31) a taxa básica de juros que irá vigorar até o dia 19 de outubro.

O superávit primário é a economia que o governo precisa fazer para pagar os juros da dívida pública e a meta, para este ano, foi inicialmente estabelecida em R$ 81,8 bilhões, passando agora para R$ 91 bilhões. A meta tem que ser atingida pelos três órgãos que formam o Governo Central: Previdência Social, Banco Central e Tesouro Nacional.

“Estamos respondendo à situação internacional. Temos repetido há semanas que está havendo uma deterioração do quadro internacional. Estamos nos precavendo a um possível agravamento desse cenário para impedir que o Brasil tenha o mesmo destino dos países avançados”, disse. O ministro destacou que, na verdade, é a crise internacional que está na “linha de preocupação do governo”, sendo necessária a criação de uma proteção para que o Brasil continue na “trajetória de crescimento com o mínimo de desgaste”.

Mantega disse ainda que o governo fortalece, com a elevação do superávit, a estratégia que vem sendo mantida ao longo dos anos de crescimento sustentável baseado em fundamentos econômicos sólidos. “Conseguimos conciliar uma situação fiscal mais sólida, ou seja, em nenhum momento, crescemos com base no endividamento ou permitindo que a inflação voltasse”.

Na crise de 2008, lembrou o ministro, o desempenho da economia brasileira forçou o governo a reduzir o superávit primário, mesmo assim com um desempenho melhor do que o da maioria dos países. “Não mudou nada da estratégia [em relação a 2008]. Todas as medidas que estamos tomando, o [Plano] Brasil Maior, o aumento de crédito e redução de tributos para as pequenas empresas vai no sentido de fortalecer o trabalhador brasileiro e o empresário para gerar empregos e o Brasil continuar crescendo”.

O aumento da meta do superávit primário, segundo ele, abre ainda caminho para a ampliação dos investimentos. Segundo o ministro da Fazenda, para que o crescimento seja sustentável nos próximos anos é preciso aumentar os investimentos. “Nosso nível de investimento aumentou, mas ainda é insuficiente para manter um nível de crescimento do PIB [Produto Interno Bruto] que queremos, de 5%, 5,5% ou até mais do que isso. É uma prioridade e temos que permitir que isso aconteça”.

Para Mantega, mesmo com o alcance de cerca de 80% da meta de superávit primário nos sete primeiros meses do ano, se não houvesse o aumento do esforço fiscal, o governo poderia estar passando a ideia de que seria possível aumentar os gastos de custeio. “A gente poderia relaxar. Bom, agora só falta 20% e o que viesse a mais a gente poderia gastar a mais. Não. Nós não vamos gastar a arrecadação que vier a maior. É isso que estamos dizendo. Dez bilhões de reais não é pouca coisa que estamos poupando”. (da Agência Brasil, Daniel Lima, Kelly Oliveira e Pedro Peduzzi)



Últimas

2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses
2020/11/27 » Volta de cobrança do IOF sobre crédito renderá cerca de R$ 2 bi
2020/11/27 » Indústrias do Mercosul e da UE pedem urgência para acordo comercial
2020/11/27 » Indústria paulista mantém expansão no ano apesar de queda em outubro
2020/11/26 » Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,6 anos em 2019
2020/11/26 » Campos Neto: Pix vai gerar inclusão e reduzir custos para população
2020/11/26 » Vendas de máquinas e equipamentos têm alta de 16% em outubro
2020/11/25 » Anatel prevê leilão do 5G no final do primeiro semestre de 2021
2020/11/25 » Mercado de capitais analisa critérios socioambientais de empresas
2020/11/25 » Pix tem quase 4,4 milhões de portabilidade de chaves
2020/11/24 » Maioria dos reajustes até outubro teve ganhos reais, diz Dieese
2020/11/24 » Mercado aumenta previsão de inflação e prevê queda menor do PIB

Ver mais »