Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
CMN amplia prazo de financiamento para atividades de inovação 14/09/2011

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (14) a ampliação do prazo para contratação de financiamentos de atividades dedicadas a inovações tecnológicas. O prazo para as contratações com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que terminaria no dia 31 de dezembro deste ano, foi ampliado para o último dia de 2013.

O total dos financiamentos a serem subvencionados pela União é R$ 206 bilhões, a juros de 9% ao ano e carência de 36 meses para começar a pagar. Já os recursos para financiamentos via Finep foram reduzidos de R$ 59,3 bilhões para R$ 57,3 bilhões, e os tomadores pagarão juros de 8% ao ano nas contratações feitas até março último, e a partir de então os juros sobem para 10%, com prazo de reembolso de até 96 meses, incluída a carência.

O CMN também aprovou outra resolução que estabelece condições para linha de crédito com subvenção da União, no valor de R$ 6,7 bilhões, a empresas dos setores de pedras ornamentais, beneficiamento de madeira e de couro, calçados, têxteis, de confecção, de frutas in natura e processadas, cerâmicas, software e prestação de serviços de tecnologia da informação, autopeças e bens de capital.

O Programa Revitaliza, no âmbito do plano Brasil Maior, não beneficia, porém, veículos automotores para transporte de cargas e passageiros, bem como embarcações, aeronaves, vagões e locomotivas ferroviários e metroviários, tratores, colheitadeiras e máquinas rodoviárias.

Os financiamentos para investimento serão contratados diretamente com o BNDES ou com instituições financeiras credenciadas pelo banco oficial de fomento, com juros de 9% ao ano e prazo de 96 meses para pagamento. Nos casos de financiamento para exportação, voltados para setores afetados pela apreciação cambial, os juros são iguais, mas o prazo para reembolso cai para 36 meses. O limite por tomador é de R$ 100 milhões. (da Agência Brasil, Stênio Ribeiro)



Últimas

2019/11/21 » BC organiza mutirão de renegociação de dívidas antes do Natal
2019/11/21 » América Móvil prevê investimentos de R$ 30 bilhões no Brasil
2019/11/21 » Guedes diz que abertura da economia será gradual
2019/11/19 » Petrobras reajusta gasolina em 2,8% nas refinarias
2019/11/19 » Setor de infraestrutura tem feito "mais com menos", diz secretário
2019/11/19 » Déficit primário encerrará o ano abaixo de R$ 80 bilhões, diz Guedes
2019/11/18 » Instituições financeiras elevam expectativa de inflação para 3,33%
2019/11/18 » Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação
2019/11/14 » Atividade econômica cresce 0,91% no terceiro trimestre
2019/11/14 » Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento de abono do PIS/Pasep
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/13 » Privatização da Eletrobras deve reduzir tarifas para os consumidores
2019/11/13 » Caixa reduz para 4,99% a taxa de juros do cheque especial
2019/11/13 » Ministro diz que reforma da Previdência já atrai investidores
2019/11/12 » Setor de serviços cresce 1,2% em setembro, aponta IBGE
2019/11/12 » Cresce apoio do BNDES a projetos de micro, pequenas e médias empresas
2019/11/12 » Países do Brics buscam investimentos privados para infraestrutura
2019/11/12 » Faturamento do mercado de seguros cresceu 18,6% em setembro
2019/11/11 » Brics fomenta cooperação entre economias emergentes há 13 anos

Ver mais »