Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
BC passa a exigir mais transparência de administradoras de consórcio nas informações repassadas a clientes 16/09/2011

O Banco Central (BC) decidiu padronizar as informações repassadas pelos consórcios aos clientes, para dar mais transparência ao setor. Em circular publicada hoje (16), a autoridade monetária estabeleceu uma série de regras que vão facilitar a comparação pelos consumidores e auxiliar a escolha da administradora.

Agora, as administradoras estão obrigadas a divulgar os custos da participação em grupos de consórcios em taxa percentual, calculada sobre o valor do crédito. Nesses custos, deverão estar especificados os seguintes itens: taxa de administração, taxa de fundo de reserva e o percentual correspondente ao seguro contra inadimplência.

O BC também determinou que a administradora não poderá promover comparação entre taxas e valores cobrados nas operações de consórcio com as cobradas nas operações de crédito e de arrendamento mercantil financeiro (leasing). De acordo com a autoridade monetária, essas operações têm características distintas e não podem ser comparadas.

A cobrança de tarifas pela emissão de boletos de cobrança e carnês passa a ser proibida. A medida, informou o BC, tem como objetivo padronizar as normas aplicadas aos consórcios com as regras a que estão submetidas as demais instituições financeiras. Além disso, os contratos, informativos e demais documentos deverão ter redação clara, objetiva e adequada. "O objetivo é permitir o entendimento do conteúdo e a identificação de prazos, valores, encargos, multas, datas, locais e demais condições dos grupos de consórcios", ressaltou o BC em nota.

As administradoras de consórcio passam a ser obrigadas a fornecer contratos, recibos e comprovantes. Os consorciados também terão o direito de receber, das administradoras, informações sobre os deveres e responsabilidades associados à participação em grupos de consórcios.

As mudanças seguem a padronização das tarifas bancárias, adotada em 2008, e da nomenclatura das taxas dos cartões de crédito, que entrou em vigor no ano passado. (da Agência Brasil, Wellton Máximo)



Últimas

2020/01/17 » Varejo de SP espera crescimento de 5% em vendas de materiais escolares
2020/01/17 » Confiança do empresário do comércio tem melhor janeiro desde 2013
2020/01/17 » Dólar fecha acima de R$ 4,19, no maior valor desde início de dezembro
2020/01/17 » Atividade econômica cresce 0,18%, diz Banco Central
2020/01/16 » Dataprev é incluída no Programa Nacional de Desestatização
2020/01/16 » Ipea: alíquota de novo imposto proposto em PECs deve ficar em 27%
2020/01/16 » Inflação pelo Índice Geral de Preços–10 cai de 1,69% para 1,07%
2020/01/15 » Governo quer vender R$ 150 bi em participações em empresas em 2020
2020/01/15 » Novo reajuste do mínimo pode ter impacto de R$ 2,13 bi no Orçamento
2020/01/15 » Mochilas pesadas na infância podem acarretar problemas na fase adulta
2020/01/14 » Consumidor espera saldões para comprar com desconto produto mais caro
2020/01/14 » IR: contribuinte não poderá deduzir gasto com previdência de doméstica
2020/01/14 » Petrobras reduz preço da gasolina e diesel nas refinarias
2020/01/13 » Migração de empregadores para eSocial só terminará em 2023
2020/01/13 » Agronegócio brasileiro exportou US$ 96,8 bilhões em 2019
2020/01/13 » Mercado financeiro reduz estimativa de inflação este ano para 3,58%
2020/01/13 » Migração da poupança para outros investimentos exige cuidado
2020/01/13 » Setores de TI e internet dominam ranking sobre mercado de trabalho
2019/12/19 » Retomada do mercado de trabalho é lenta e se apoia na informalidade
2019/12/19 » Com alta dos preços da carne, inflação deve ficar em 0,81% em dezembro

Ver mais »