Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Economistas preveem tendência de baixa do dólar, mas com oscilações 20/09/2011

O mercado de câmbio continuará instável por pelo menos um a dois anos, estimou hoje (20) o economista Alcides Leite, professor da Trevisan Escola de Negócios. Ele justificou que esse é o período necessário para que tanto os Estados Unidos quanto os países europeus possam aprovar as medidas para equalizar problemas advindos de dívidas e do déficit público.

Ele prevê, no entanto, que a valorização da moeda norte-americana em relação ao real tende a diminuir. Isso porque, na sua opinião, o Federal Reserve (Fed), o Banco Central dos Estados Unidos, vai continuar injetando recursos para sustentar o crescimento da economia. Com mais dólares circulando no mundo, haverá queda na cotação.

Para o economista, vão ocorrer picos de alta, como o registrado nos últimos dias, em consequência de turbulências na economia mundial, mas com posterior estabilização. De acordo com Leite, trata-se de um movimento natural provocado pelas dificuldades de crédito de alguns países europeus, como é o caso da Grécia.

“Se a situação piora lá [na Europa], os investidores dos países desenvolvidos levam de volta os seus recursos porque precisam dele lá”, observou. Além disso, existe o receio de perdas diante das incertezas dos negócios em bolsas de valores, provocando uma fuga momentânea. Leite acredita que, mesmo com a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a taxa básica de juros, a Selic, o Brasil deve manter a atratividade dos investidores estrangeiros porque a rentabilidade ainda é uma das maiores do mundo.

O diretor executivo da NGO Corretora de Câmbio, Sidnei Moura Nehme, também avalia a valorização do dólar como algo momentâneo. “Essa elevação do dólar é pontual”, disse. Para ele, as sinalizações estão ancoradas no movimento dos contratos de câmbio dos exportadores e importadores. (da Agência Brasil, Marli Moreira)



Últimas

2021/01/28 » Custo industrial sobe 8,6% no terceiro trimestre de 2020
2021/01/28 » Juros para famílias caem ao menor nível histórico em 2020, diz BC
2021/01/28 » Confiança da indústria recua depois de oito meses em alta, diz FGV
2021/01/28 » Desemprego chega a 14,1% entre setembro e novembro de 2020
2021/01/28 » IGP-M acumula inflação de 25,71% em 12 meses, revela pesquisa da FGV
2021/01/28 » Tereza Cristina: transformação digital deve inserir agronegócio
2021/01/28 » Insuficiência da regra de ouro totaliza R$ 453,7 bilhões
2021/01/28 » Dívida pública pode alcançar até R$ 5,9 trilhões em 2021
2021/01/28 » Vendas de máquinas e equipamentos têm alta de 5,1% em 2020
2021/01/28 » Contas externas têm saldo negativo de US$ 12,5 bi em 2020
2021/01/28 » Governo retira limite para financiar projetos de telecomunicações
2021/01/27 » Pandemia e fim dos auxílios podem reverter retomada econômica
2021/01/27 » Confiança na construção civil recua depois de seis altas, diz FGV
2021/01/27 » Confiança do consumidor cai pelo quarto mês consecutivo
2021/01/27 » Custo da construção sobe 0,93% em janeiro, anuncia a FGV
2021/01/26 » Micro e pequenas empresas têm até sexta-feira para aderir ao Simples
2021/01/26 » Queda na arrecadação foi “resultado excelente”, diz Guedes
2021/01/26 » Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
2021/01/25 » Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
2021/01/25 » Cepal: exportações da América Latina e do Caribe caíram 13% em 2020

Ver mais »