Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Aumenta número de paulistanos dispostos a trocar carro por transporte público 21/09/2011

O percentual de pessoas dispostas a deixar o carro na garagem e passar a usar transporte público para se locomover na cidade de São Paulo subiu de 52%, em 2010, para 60% este ano. Também aumentou o número de pessoas que têm pelo menos um carro de passeio (52% em 2010 para 62% em 2011).

Os dados estão na pesquisa sobre mobilidade urbana, encomendada ao Ibope pela organização não governamental (ONG) Rede Nossa São Paulo e divulgada hoje (21), como parte das manifestações do Dia Mundial sem Carro, que ocorrerá amanhã (22).

O coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo, Oded Grajew, disse que o paulistano tem a disposição em trocar o carro por transporte público de qualidade porque está passando muito tempo no trânsito e tem sentido os reflexos em sua qualidade de vida, já que esse tempo poderia ser usado em outras atividades.

“Se fizermos a conta, o cidadão fica um mês por ano no congestionamento. Ele quer trocar, mas quer uma opção confiável, que tenha qualidade. Ou usar o transporte coletivo ou a bicicleta, mas ele não encontra essa opção e fica nesse dilema. Isso tem um impacto muito negativo para a qualidade de vida e o desenvolvimento econômico da cidade. O trânsito é considerado o segundo problema mais grave da cidade depois da saúde”, relatou.

Foram entrevistados 805 paulistanos a partir de 16 anos, de 17 a 22 de agosto de 2011. Segundo a pesquisa, passou de 76% para 82% o número de pessoas que deixariam de usar o carro caso houvesse uma opção boa de transporte público e caiu a quantidade de pessoas que andam a pé na cidade (45% para 35%). A pesquisa mostrou ainda que 29% trocariam o carro pelos ônibus se houvesse mais e melhores corredores (em 2010 eram 12%). Ninguém respondeu que nada os faria trocar o carro pelo ônibus, mas em 2010 essa parcela correspondia a 21%.

O levantamento apontou que, enquanto 28% dos entrevistados em 2010 declararam ter comprado carro nos 12 meses anteriores, neste ano, foram 38%. Entre os que têm um automóvel em casa, o percentual dos que informaram que usam o carro quase todos os dias aumentou de 15% para 23%. E 55% responderam que o trânsito na cidade é péssimo, enquanto em 2010, 37% tinham essa opinião.

Entre os entrevistados, 47% disseram que o tempo de espera nos pontos de ônibus aumentou (em 2010 eram 34%) e 19% alegaram perder mais de quatro horas nos congestionamentos. O estudo apurou que o tempo médio de deslocamento gasto no trânsito, diariamente, passou de 2 horas e 42 minutos, em 2010, para 2 horas e 49 minutos, este ano.

As medidas consideradas mais importantes pelos entrevistados são a construção de linhas de metrô e trem, a melhoraria da qualidade do transporte feito por ônibus e vans e a construção de mais corredores de ônibus ou ampliação dos existentes. Outros 23% reivindicam mais sinalização, item apontado por 23% das pessoas em 2010. O percentual de cidadãos que declararam que usariam a bicicleta como alternativa ao carro chegou a 48%, ante 18% em 2010.

Grajew disse não ter muita esperança de que a prefeitura resolva alguma das demandas da população, mas disse esperar que a próxima administração possa atender às reclamações, já que os problemas são conhecidos e confirmados pela pesquisa há cinco anos. “Nós conseguimos fazer com que, no orçamento deste ano, houvesse R$15 milhões para que a cidade tivesse um plano de mobilidade. Estamos no mês de setembro e São Paulo não tem esse plano. Qualquer candidato que se apresentar para a prefeitura no ano que vem terá que responder com propostas concretas a essa expectativa da população”, disse. (da Agência Brasil, Flávia Albuquerque)



Últimas

2021/01/22 » Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
2021/01/22 » Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
2021/01/22 » Pesquisa da Conab indica queda na produção nacional de café em 2021
2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC
2021/01/20 » Confiança do empresário do comércio cai 2,2% em janeiro, diz CNC
2021/01/19 » CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses
2021/01/19 » Produção de aço caiu 4,9% em 2020, informa o Instituto Aço Brasil
2021/01/19 » Atividade econômica tem alta de 0,59% em novembro, diz Banco Central
2021/01/19 » Atividade industrial desacelera em novembro de 2020
2021/01/18 » Saiba o que é a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
2021/01/18 » China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
2021/01/18 » Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões
2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020

Ver mais »