Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Cesta com produtos mais consumidos no mercado tem alta de 2% em agosto, aponta Abras 28/09/2011

A cesta de 35 produtos de largo consumo analisada a pedido da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) apresentou alta de 2,14% em agosto na comparação com o mês anterior. Na comparação com agosto de 2010 o AbrasMercado, índice que mede a variação da cesta, registrou alta de 11,58% ao passar de R$ 270,94 para R$ 302,32.

Os produtos que tiveram maior elevação foram o tomate (7,09%), a carne (traseiro - 6,5%) e o frango congelado (4,5%). Os produtos que sofreram as maiores queda foram a cebola (-11,56%), a batata (-11,04%) e a farinha de mandioca (-3,35%).

Segundo o Índice Nacional de Vendas, balanço mensal divulgado pela Abras, as vendas no setor de supermercados cresceram 3,91% em agosto de 2011, na comparação com o mesmo mês de 2010. Em relação a julho deste ano, houve queda de 2,20%. De janeiro a agosto, as vendas no setor registraram alta de 4,27% em comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com o superintendente da Abras, Tiaraju Pires, a alta do AbrasMercado não está relacionada à inflação porque os reajustes maiores dos preços dos alimentos foram observados principalmente no ano passado. “Em 2011, a inflação dos alimentos da cesta do AbrasMercado está negativa. Existe uma certa movimentação, mas é pontual mesmo com relação aos produtos, quanto a períodos. São alguns movimentos que o próprio mercado corrige”. Segundo ele, o aumento da vendas está ligado ao cenário econômico no qual a massa salarial continua crescendo e o desemprego continua estável.

Pires ressaltou que a alta do dólar pode afetar o nível de importação, elevando os preços que estavam interessantes e acessíveis ao consumidor. “Mas não acredito que o impacto seja tão forte a ponto de prejudicar o abastecimento desses produtos para a venda de final de ano”. Ele disse que pode haver uma migração para produtos similares com preços mais interessantes. (da Agência Brasil, Flávia Albuquerque)



Últimas

2020/02/21 » Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira
2020/02/21 » Escolas de samba movimentam economia durante todo ano no Rio
2020/02/20 » Banco Central injeta R$ 135 bilhões na economia
2020/02/20 » Programa para fazer Declaração do Imposto de Renda já está disponível
2020/02/20 » Prévia da inflação oficial fica em 0,22% em fevereiro
2020/02/19 » Comissão Europeia quer criar mercado único de dados
2020/02/19 » Confiança da indústria cai em fevereiro depois de 3 altas seguidas
2020/02/19 » Confiança da indústria cresce 0,7 ponto na prévia de fevereiro
2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?

Ver mais »