Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Creas fazem mutirão para fiscalizar obras da Copa no país 27/10/2011

Rio de Janeiro – As obras nos 12 locais que vão sediar jogos da Copa de 2014 estão passando por um verdadeiro mutirão de fiscalização por parte das representações estaduais do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea). As ações começaram esta semana e vão até o início de novembro.

O presidente interino do Crea-RJ, Clayton Guimarães, explicou que objetivo é verificar possíveis irregularidades na condução das obras pelas empresas contratadas, referentes à ausência ou ao desvio de função dos profissionais, principalmente engenheiros.

 

“Todos os Creas do Brasil vão fazer um pool de fiscalização, inclusive com outros órgãos, no sentido de buscarmos garantir a presença de profissionais e empresas devidamente habilitados na execução dessas obras, no projeto e sobretudo na execução. Para que se tenha as garantias das condições de segurança e de conforto.”

 

Guimarães frisou que o objetivo não é fiscalizar irregularidades nas licitações e nos projetos, mas apenas quanto à contratação do pessoal técnico. “A nossa finalidade é verificar o exercício profissional. Se nós identificarmos alguma irregularidade, imediatamente tomaremos nossos procedimentos legais. Caso seja necessário, lançaremos mão do Ministério Público para ações mais efetivas.”

 

Segundo o presidente interino do Crea-RJ, é necessária a presença de engenheiros com formação específica para cada parte da obra. “Empresa que tenha multiplicidade de atribuições, como construção civil, área elétrica e mecânica, precisa ter um profissional especialista em cada área como responsável técnico.”

 

Guimarães sinalizou que, apesar do objetivo principal ser o de fiscalizar a profissão, os engenheiros vão estar atentos a outras irregularidades. “Evidentemente que nós, enquanto cidadãos, observamos tudo com olhar bastante atencioso em relação ao custeio das obras e aos legados para a população no futuro. Para que não fiquemos com uma série de elefantes brancos espalhados após a Copa do Mundo e as Olimpíadas.” (da Agência Brasil, Vladimir Platonow)



Últimas

2020/10/23 » Ministério da Infraestrutura entregará planos de logística até 2050
2020/10/23 » OMS: risco de pegar covid-19 em aviões é "muito baixo", mas não zero
2020/10/23 » Cresce pauta sobre home office nas negociações trabalhistas
2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens
2020/10/19 » Doria apresenta plano de retomada econômica de São Paulo
2020/10/19 » Produção brasileira de aço cresce 7,5% em setembro
2020/10/16 » Indicador antecedente da economia brasileira cresce 1,2% em setembro
2020/10/16 » Atividade econômica tem alta de 1,06% em agosto, diz Banco Central
2020/10/16 » Rebanho bovino cresce em 2019, influenciado pelo cenário externo
2020/10/15 » Produção de motocicletas aumenta 13,1% em setembro

Ver mais »