Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Seguradoras e entidades de previdência aberta poderão comprar letras financeiras 28/10/2011

Brasília – O Conselho Monetário Nacional (CMN) ampliou para seguradoras, entidades de capitalização, fundos de previdência aberta e resseguradoras a possibilidade de adquirir papéis como letras financeiras e títulos privados de longo prazo.

A compra está limitada a 80% das reservas técnicas dessas entidades, que representam o mínimo de reservas que precisam manter para continuar em operação. Atualmente, as reservas técnicas equivalem a cerca de R$ 300 milhões, mas o secretário executivo adjunto do Ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira, disse que a parcela que deve ser aplicada em letras financeiras será bem menor.

“O limite é 80% desses R$ 300 milhões [o que equivale a R$ 240 milhões], mas, na prática, essas entidades aplicam R$ 26 bilhões em títulos de instituições financeiras. Esse é o mercado alvo que as letras financeiras passarão a disputar”, disse Oliveira.

Criadas em 2009, as letras financeiras são títulos privados com pelo menos dois anos de validade que têm como objetivo ampliar a oferta de recursos de longo prazo no país. Atualmente, o mercado brasileiro de títulos privados está concentrado em CDBs e RDBs, papéis emitidos por instituições financeiras que têm prazo curto, cerca de seis meses.

Segundo Oliveira, as letras financeiras estão passando a ser valorizadas pelos investidores. “As letras financeiras têm sido bastante exitosas. Temos atualmente R$ 120 bilhões em emissões desses papéis, que estão cumprindo o objetivo de alongamento do funding [financiamento de empresas] no Brasil”, alegou.

Em relação às entidades de previdência, o secretário executivo adjunto esclareceu que os fundos de pensão – entidades de previdência fechada, das quais podem fazer parte apenas funcionários de determinada empresa – já estavam autorizados a comprar letras financeiras desde a criação do papel. Apenas as entidades de previdência aberta, às quais qualquer um pode se associar, ainda não podiam adquirir esses títulos.

O CMN também mudou a legislação sobre o Programa de Modernização das Administrações Estaduais (Pmae), que fornece recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a modernização das administrações estaduais. A resolução que criou o programa passou a especificar que os financiamentos só podem ser aplicados com essa finalidade.

De acordo com o Tesouro Nacional, a redação original deixava dúvidas sobre alguns itens que podem ser financiados e abria brechas para empréstimos à capacitação de funcionários de forma ampla, sem vínculo com a melhoria da administração das receitas e da gestão fiscal, financeira e do patrimônio dos governos estaduais. (da Agência Brasil, Wellton Máximo)



Últimas

2020/08/07 » MP destina R$ 1,99 bilhão para viabilizar vacina contra covid-19
2020/08/07 » Cursos de qualificação profissional têm alta demanda na pandemia
2020/08/07 » Senai ensina indústrias a produzirem EPI contra novo coronavírus
2020/08/06 » Bolsonaro sanciona lei de negociação de dívidas das micro empresas
2020/08/06 » Baixa inflação permitiu corte nos juros, avaliam entidades
2020/08/06 » Copom reduz juros básicos da economia para 2% ao ano
2020/08/05 » Dezenas de empresas aderem à Semana Brasil 2020
2020/08/05 » Semana Brasil terá edição 2020 e deve ajudar na retomada da economia
2020/08/05 » Governo de Osaka planeja estudar eficácia de gargarejo no combate ao coronavírus
2020/08/04 » BNDES seleciona fundos de crédito não bancário para pequenas empresas
2020/08/04 » Balança comercial tem superávit recorde de US$ 8,06 bilhões em julho
2020/08/04 » Governo economiza R$ 466 milhões com a máquina pública na pandemia
2020/08/03 » Japonesa Seven & i Holdings pagará US$ 21 bilhões pela rede americana Speedway
2020/08/03 » Fábricas de veículos no Japão retornam gradualmente à produção normal
2020/08/03 » Covid-19: OMS prevê que pandemia durará muito tempo
2020/08/03 » Confira pagamentos e tributos adiados ou suspensos durante a pandemia
2020/07/31 » Auxílio emergencial elevou em 24% renda pré-pandemia, mostra pesquisa
2020/07/31 » Ministro da Infraestrutura diz que Brasil vive revolução ferroviária
2020/07/31 » Petrobras reduz em 4% preço da gasolina nas refinarias nesta sexta
2020/07/30 » Confira pagamentos e tributos adiados ou suspensos durante a pandemia

Ver mais »