Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Cesta de produtos da ceia de Natal subiu menos do que inflação em 2011, diz FGV 16/12/2011

Rio de Janeiro – A cesta dos produtos típicos das festas de Natal, como panetone, tender e vinho, subiu 5,98% em 2011, e ficou abaixo da inflação acumulada ao longo do ano (6,3%, de acordo com Índice de Preços ao Consumidor - IPC).

Segundo estudo da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgado hoje (16), a cesta com os 13 principais itens da ceia de Natal custa R$ 171,65, se comprada hoje, aproximadamente R$ 10 a mais do que no ano passado.

Quatro dos treze produtos mais procurados nesta época do ano apresentaram queda nos preços: arroz (de R$ 9,61 para R$ 9,39), lombo (de R$ 13,24 para R$ 12,82), azeite de oliva (de R$ 10,13 para R$ 9,33) e vinho (de R$ 12,84 para R$ 12,5). Os demais registraram aumentos, com destaque para o frango especial, cujo preço passou de uma média de R$ 11,7, em 2010, para R$ 13,63, em 2011, um aumento de 16,55%.

“As famílias não vão estranhar muito esses preços no supermercado, mas a pesquisa é uma média, por isso é importante fazer uma pesquisa de preços, pechinchar e verificar a qualidade dos produtos”, orienta o responsável pelo estudo, André Braz.

De acordo com o economista, embora o aumento dos preços da alimentação tenha contribuído significativamente para a inflação acumulada ao longo do ano, os produtos da ceia de Natal seguiram tendência contrária, sobretudo, devido à concorrência e por não serem tão essenciais.

“Além disso, o câmbio de 2010 era muito parecido com o que está vigorando agora. Então aqueles produtos que têm alguma correlação com o câmbio não estão muito diferentes do preço cobrado em 2010”, ressaltou Braz. (da Agência Brasil, Flávia Villela)



Últimas

2019/11/14 » Atividade econômica cresce 0,91% no terceiro trimestre
2019/11/14 » Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento de abono do PIS/Pasep
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/13 » Privatização da Eletrobras deve reduzir tarifas para os consumidores
2019/11/13 » Caixa reduz para 4,99% a taxa de juros do cheque especial
2019/11/13 » Ministro diz que reforma da Previdência já atrai investidores
2019/11/12 » Setor de serviços cresce 1,2% em setembro, aponta IBGE
2019/11/12 » Cresce apoio do BNDES a projetos de micro, pequenas e médias empresas
2019/11/12 » Países do Brics buscam investimentos privados para infraestrutura
2019/11/12 » Faturamento do mercado de seguros cresceu 18,6% em setembro
2019/11/11 » Brics fomenta cooperação entre economias emergentes há 13 anos
2019/11/11 » Impostos dificultam pequenos e médios negócios, dizem empresários
2019/11/11 » IBGE revisa PIB de 2017 de 1% para 1,3%
2019/11/08 » Indicador da FGV mostra dificuldade de reação do mercado de trabalho
2019/11/08 » Petrobras recebe oferta de R$ 3,7 bilhões por Liquigás Distribuidora
2019/11/08 » Governo aumenta projeção de crescimento do PIB para 0,90%
2019/11/07 » Inflação de outubro é a menor para o mês desde 1998
2019/11/07 » Índice que serve de base para reajuste salarial tem variação de 2,76%
2019/11/07 » Seis em cada 10 empresários querem investir, mostra pesquisa do Sebrae

Ver mais »