Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Feriados vão causar R$ 45 bilhões em prejuízos à indústria nacional este ano, diz Firjan 16/02/2012

Rio de Janeiro – A indústria brasileira deixará de produzir 4,4% do Produto Interno Bruto (PIB) industrial este ano, devido ao elevado número de feriados em relação a 2011. O alerta foi feito pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no estudo O Custo Econômico dos Feriados, divulgado ontem (15).

O estudo mostra que a indústria deixará de arrecadar R$ 44,9 bilhões em 2012 com o custo econômico dos feriados, montante 21% superior ao de 2011. “Este ano, a perda é maior porque o número de feriados em dias da semana é bem maior do que no ano passado”, disse o analista de Desenvolvimento Econômico da Firjan, Jonathas Goulart.

Ele ressaltou que os feriados que caem nas terças e quintas-feiras não entram na conta do custo econômico dessas folgas, mas, mesmo assim, acabam aumentando o prejuízo da indústria nacional, devido à prática dos “enforcamentos” e aos pontos facultativos, que são comuns no Brasil.

Goulart reiterou que, sem os feriados, a indústria brasileira poderia produzir 4,4% a mais do que produz normalmente. Este ano, as maiores perdas em termos absolutos ocorrerão nos estados mais industrializados. Em São Paulo, as perdas com os feriados nacionais e estaduais devem alcançar R$ 14,6 bilhões, seguindo-se do Rio de Janeiro (R$ 5,04 bilhões), de Minas Gerais (R$ 3,6 bilhões), do Rio Grande do Sul (R$ 2,9 bilhões), Paraná (R$ 2,4 bilhões), da Bahia (R$ 1,8 bilhão) e de Santa Catarina (R$ 1,7 bilhão).

Em termos relativos, entretanto, as maiores perdas são estimadas no Rio de Janeiro e Acre, “porque têm mais feriados estaduais em dias de semana, além dos feriados nacionais que também caem em dias úteis. Isso potencializa as perdas desses estados”. De acordo com o estudo, o Rio de Janeiro e o Acre vão perder 5,3% do seu PIB industrial em razão dos feriados este ano.

Para o analista da Firjan, a solução seria restringir os feriados aos dias de semana. Goulart lembrou que há movimento nesse sentido em vários países. Em 2008, a China deu o primeiro passo ao restringir os feriados a determinados dias da semana. E, recentemente, Portugal eliminou quatro feriados nacionais de seu calendário.

Ele lembrou ainda projeto de lei apresentado em 2011, que tramita no Congresso Nacional, e prevê adiantar para as segundas-feiras os feriados que caírem em dias de semana. “Isso minimizaria as perdas causadas pelos enforcamentos e os pontos facultativos.” (da Agência Brasil, Alana Gandra)



Últimas

2021/01/27 » Pandemia e fim dos auxílios podem reverter retomada econômica
2021/01/27 » Confiança na construção civil recua depois de seis altas, diz FGV
2021/01/27 » Confiança do consumidor cai pelo quarto mês consecutivo
2021/01/27 » Custo da construção sobe 0,93% em janeiro, anuncia a FGV
2021/01/26 » Micro e pequenas empresas têm até sexta-feira para aderir ao Simples
2021/01/26 » Queda na arrecadação foi “resultado excelente”, diz Guedes
2021/01/26 » Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
2021/01/25 » Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
2021/01/25 » Cepal: exportações da América Latina e do Caribe caíram 13% em 2020
2021/01/25 » Brasileiros acreditam que inflação será de 5,2% nos próximos 12 meses
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/22 » Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
2021/01/22 » Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
2021/01/22 » Pesquisa da Conab indica queda na produção nacional de café em 2021
2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC

Ver mais »