Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Centrais sindicais saem insatisfeitas de negociação sobre isenção do IR em partipação sobre lucro 22/03/2012

Brasília – Centrais sindicais saíram ontem (21) sem resposta do governo federal sobre a isenção do Imposto de Renda (IR) na participação sobre lucros e resultados (PLR), depois de reunião com os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho.

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Artur Henrique da Silva, classificou como “lerdo” o processo de negociação governamental. “O que existe é um processo de negociação. Nós achamos que esse processo é muito lento e, por isso, tem uma série de manifestações que começaram hoje e seguem nos próximos dias. [...] Não anda [a negociação], não avança. Por isso, vamos colocar os trabalhadores na rua, para pressionar o governo a tomar medida”, disse.

Segundo o presidente da Força Sindical, Paulinho da Força, a conta feita pelo governo sobre a renúncia fiscal é diferente da conta das centrais sindicais. “O governo disse que o impacto disso é R$ 5 bilhões. É uma conta com que nós não concordamos. Nas nossas contas seria coisa de R$ 1,8 bilhão de impacto para o governo”, estimou.

A isenção da incidência do Imposto de Renda na PLR é uma das principais reivindicações das categorias trabalhistas. “Estamos em um processo de fortalecimento do mercado interno. Tem de ter mais renda e a forma [de promover isso] é isentando o Imposto de Renda da PLR, que foi criada para incentivar a produção e o resultado da empresas", declarou, acrescentando que de 20% a 30% da distribuição dos lucros acabam ficando nas mãos do governo com a declaração do IR.

Os sindicalistas também cobraram a criação do grupo de trabalho para analisar o impacto das desonerações sobre a seguridade social e querem mais representatividade dos trabalhadores na apresentação de propostas sobre mudanças na política econômica e sobre desindustrialização.

Na próxima semana, os representantes das centrais sindicais voltam a se reunir com os ministros para discutir medidas para o setor automotivo e a desoneração da folha de pagamentos. A resposta do governo sobre a isenção do Imposto de Renda sobre a PLR e o abono deve sair em 15 dias. (da Agência Brasil, Luciene Cruz)



Últimas

2020/12/04 » Receita Federal e Banco do Brasil iniciam arrecadação com Pix
2020/12/04 » Desentendimento político interrompe reforma tributária, diz Guedes
2020/12/04 » Pix tem 100 milhões de chaves registradas
2020/12/03 » Concessões de aeroportos, rodovias, portos e ferrovias entram no PPI
2020/12/03 » PPI tem 115 ativos para leilões e projetos de concessão em 2021
2020/12/03 » Venda de veículos automotores aumenta 0,45% de outubro para novembro
2020/12/03 » Produção industrial cresceu 1,1% em outubro, diz IBGE
2020/12/02 » CNI: produtividade do trabalho na indústria cresce 8% no 3º trimestre
2020/12/02 » Balança comercial registra superávit de US$ 3,73 bi em novembro
2020/12/02 » CNA prevê aumento da produção do agronegócio no próximo ano
2020/12/02 » População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro
2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses

Ver mais »