Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Entrada de turistas argentinos no Brasil cresce quase 30% 04/05/2012

Brasília – O número de turistas argentinos no Brasil em 2011 aumentou 29,33% em comparação com 2010. No mesmo período, o número de visitantes norte-americanos caiu 7,3%, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). O Brasil recebeu, no ano passado, cerca de 272 mil turistas estrangeiros a mais do que em 2010, o que significa um crescimento de 5% no período.

Em números globais, visitaram o Brasil em 2009 mais de 4,8 milhões de turistas, número que se elevou em 2010 para 5,161 milhões, subindo em 2011 para 5,433 milhões.

Em 2011, o Brasil recebeu 1,593 milhão de turistas argentinos. O país platino é a principal origem dos vistantes estrangeiros que fazem turismo em território nacional. No entanto, em relação a 2010, houve queda de mais de 46 mil visitas provenientes dos Estados Unidos, o segundo país que mais envia turistas para o Brasil. O número caiu de 641 mil visitantes em 2010 para 594 mil em 2011

O Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) está preocupado em identificar as causas dessa queda, de acordo com o presidente da entidade, Flávio Dino, pois o que está aumentando é o fluxo de turistas brasileiros para os Estados Unidos e a perda de divisas para o Brasil com a redução das visitas de norte-americanos. Ele diz que, à primeira vista, a estimativa é de que isso acontece por causa da crise econômica que afetou os Estados Unidos nos últimos anos, mas a Embratur quer identificar melhor a questão.

Ao anunciar, nesta sexta-feira (4), os números do turismo no ano passado, Dino informou que em 2011 o faturamento do setor foi US$ 6,6 bilhões, contra US$ 5,9 bilhões em 2010. Ele destaca que houve crescimento de divisas maior que o crescimento quantitativo de turistas, que estão ficando mais tempo no Brasil e gastando mais.

O presidente da Embratur vê tendência de crescimento do fluxo turístico em 2012, o que está se confirmando nos últimos meses, havendo expectativa favorável para o resto do ano. A América do Sul é o continente que, de forma global, mais envia turistas ao Brasil, tendo o fluxo crescido no ano passado 10,2% em relação a 2010 (2,628 milhões contra 2,384 milhões). A previsão é que a maior parte dos 600 mil turistas que virão ao Brasil para os megaeventos esportivos, previstos para os próximos anos, sejam provenientes da América do Sul.

A Europa é o segundo continente no ranking mundial do fluxo turístico para o Brasil. No ano passado, vieram 1,621 milhão de turistas europeus ao país, com crescimento de 29,8% sobre 2010, quando foram registradas a entrada de 1,614 milhão de pessoas.

Dos países da América do Norte vieram ao Brasil no ano passado 729 mil turistas, com queda de 13,4% sobre 2010, quando o número chegou a 773 mil visitantes, com impacto maior pela queda das visitas de norte-americanos. Em números globais, visitaram o Brasil em 2009 mais de 4,8 milhões de turistas, número que se elevou em 2010 para 5,161 milhões, subindo em 2011 para 5,433 milhões. (da Agência Brasil, Lourenço Canuto)



Últimas

2021/01/15 » MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
2021/01/15 » BNDES financia segunda usina termelétrica no Porto do Açu
2021/01/15 » IBGE: indústria cresce em dez dos 15 locais pesquisados em novembro
2021/01/14 » Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020
2021/01/14 » Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos
2021/01/14 » IBGE: safra de 2021 deve superar recorde de 2020
2021/01/14 » Veja o que pode e o que não pode no Enem 2020
2021/01/13 » BNDES define consórcio que apoiará programa de aceleração de startups
2021/01/13 » Inflação da construção civil atinge 10,16% em 2020
2021/01/13 » Inflação para famílias com menor renda fecha 2020 com alta de 5,45%
2021/01/13 » Inflação oficial fecha 2020 em 4,52%, diz IBGE
2021/01/12 » Ministério pede avanço de reformas para manter fábricas no país
2021/01/12 » Preço da cesta básica aumentou em todas as capitais em 2020
2021/01/12 » Plataforma promove compartilhamento de materiais na economia
2021/01/11 » Como entrar em 2021 com as contas no azul
2021/01/11 » Digitalização de serviços públicos gera economia de R$ 2 bi por ano
2021/01/11 » Banco do Brasil renegocia R$ 40 milhões em dívidas por WhatsApp
2021/01/11 » Vendas de veículos caem 26,2% em 2020, diz Anfavea
2021/01/11 » Enem terá regras para evitar contágio pelo novo coronavírus
2021/01/08 » ANP: 17ª Rodada de Licitações oferece 92 blocos em bacias marítimas

Ver mais »