Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Pesquisa da CNC mostra aumento na intenção de consumo das famílias em maio 23/05/2012

Rio de Janeiro - As famílias brasileiras estão mais dispostas a elevar seus níveis de consumo, em função do aumento real da renda e dos baixos níveis das taxas de desemprego. É o que demonstram os resultados de maio da Intenção de Consumo das Famílias (ICF), pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Os números divulgados ontem (22) apontam uma alta de 0,3% do ICF em maio, na comparação com o mês anterior, e de 4,8%, em relação a maio de 2011.

Entre os sete itens que compõem a ICF, o que mede o nível de consumo atual registrou em maio um crescimento ainda mais intenso, 1,3% em relação a abril, e de 5,7% na variação anual. O mesmo ocorreu com o item Perspectiva de Consumo, com alta de 1,6% em maio, na comparação com o mês anterior, e de 8,6%, ante maio do ano passado.

“O otimismo se deu não só pela manutenção do crescimento real da massa salarial, como também pelos efeitos das maiores facilidades de crédito, com os cortes das taxas de juros concedidos pelos bancos desde abril”, destacou o economista Bruno Fernandes, da CNC. Ele ressaltou, no entanto, que o alto nível de endividamento ainda impede um maior comprometimento das famílias com os gastos, inibindo um crescimento mais forte da intenção de consumo. “Os resultados mensais indicam que a demanda doméstica ainda segue um ritmo moderado.”

Já o item da ICF que mede a satisfação com o emprego atual registrou uma queda de 0,8% em relação a abril. Na variação anual, entretanto, apresentou alta de 1,3%. De acordo com a pesquisa, as famílias das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste mostram confiança maior em relação ao emprego atual, na comparação com as do Nordeste e do Norte do país.

A ICF é um indicador que visa a medir a avaliação que os consumidores fazem sobre aspectos importantes da condição de vida de sua família, como a capacidade de consumo atual e de curto prazo, o nível de renda doméstico, a segurança no emprego e a qualidade de consumo, presente e futuro. A pesquisa é feita pela CNC em todas as unidades da Federação, com base em informações obtidas em um universo de 18 mil questionários. (da Agência Brasil, Paulo Virgilio)



Últimas

2020/12/04 » Receita Federal e Banco do Brasil iniciam arrecadação com Pix
2020/12/04 » Desentendimento político interrompe reforma tributária, diz Guedes
2020/12/04 » Pix tem 100 milhões de chaves registradas
2020/12/03 » Concessões de aeroportos, rodovias, portos e ferrovias entram no PPI
2020/12/03 » PPI tem 115 ativos para leilões e projetos de concessão em 2021
2020/12/03 » Venda de veículos automotores aumenta 0,45% de outubro para novembro
2020/12/03 » Produção industrial cresceu 1,1% em outubro, diz IBGE
2020/12/02 » CNI: produtividade do trabalho na indústria cresce 8% no 3º trimestre
2020/12/02 » Balança comercial registra superávit de US$ 3,73 bi em novembro
2020/12/02 » CNA prevê aumento da produção do agronegócio no próximo ano
2020/12/02 » População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro
2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses

Ver mais »