Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Indústria constata queda do emprego e da produção em abril 23/05/2012

Brasília – Queda do emprego pelo sétimo mês consecutivo e nova queda da produção são os principais resultados da Sondagem Industrial de abril, divulgada hoje (22) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O resultado levou a entidade a concluir que, “passado o efeito da sazonalidade positiva em março, que elevou a produção industrial, os resultados mostram que não houve mudança no cenário de dificuldades apresentado pela indústria”.

Em abril, o índice da produção industrial registrou 45,3 pontos. E, exceto março, desde agosto de 2011, o índice situa-se abaixo dos 50 pontos. Também houve recuo no indicador do número de empregados, com 48,9 pontos, 0,6 ponto menor do que no mês anterior.

Os indicadores variam de 0 a 100. Valores acima de 50 indicam aumento da atividade, do emprego, acúmulo de estoques indesejados e utilização da capacidade instalada (UCI) acima do usual.

Segundo a sondagem, os estoques voltaram a aumentar e se distanciaram do nível desejado. Em abril, o índice de evolução dos estoques situou-se acima da linha divisória, em 50,9 pontos, e o índice de estoques efetivo planejado passou de 51,6 pontos para 53 pontos.

Conforme a pesquisa, a UCI também voltou a se afastar do nível usual para o mês. O índice recuou para 42,6 pontos, bem abaixo da linha divisória. O nível médio de UCI de abril foi 71%, 2 pontos percentuais abaixo do registrado no mesmo mês de 2011.

A CNI concluiu que, “nesse cenário de dificuldades, as perspectivas dos empresários com relação a sua demanda, compras de matérias-primas e número de empregados são menos otimistas que nos últimos três meses. A exceção são as expectativas com relação às exportações, que se tornaram mais otimistas”.

O indicador das exportações subiu de 52,1 pontos em março para 53,2 pontos em abril, melhora atribuída pela CNI à possível influência da valorização cambial, pois quando a pesquisa foi feita o dólar estava mais valorizado. A Sondagem Industrial de abril foi realizada de 2 a 15 de maio, com 1.924 empresas, das quais 671 de pequeno porte, 757 médias e 496 grandes. (da Agência Brasil, Jorge Wamburg)



Últimas

2020/12/01 » Ipea: investimentos têm alta de 3,5% em setembro
2020/12/01 » Contas públicas registram saldo positivo após oito meses de déficit
2020/12/01 » Estimativa do mercado financeiro para a inflação sobe para 3,54%
2020/11/30 » ANP retoma a 17ª Rodada de Licitações
2020/11/30 » Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
2020/11/30 » Confiança da indústria atinge maior valor em dez anos, diz FGV
2020/11/30 » Fiscalização do Procon-SP registra infração em 70% de lojas visitadas
2020/11/30 » Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,6% no terceiro trimestre
2020/11/30 » Inflação do aluguel sobe e acumula 24,52% em 12 meses
2020/11/27 » Volta de cobrança do IOF sobre crédito renderá cerca de R$ 2 bi
2020/11/27 » Indústrias do Mercosul e da UE pedem urgência para acordo comercial
2020/11/27 » Indústria paulista mantém expansão no ano apesar de queda em outubro
2020/11/26 » Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,6 anos em 2019
2020/11/26 » Campos Neto: Pix vai gerar inclusão e reduzir custos para população
2020/11/26 » Vendas de máquinas e equipamentos têm alta de 16% em outubro
2020/11/25 » Anatel prevê leilão do 5G no final do primeiro semestre de 2021
2020/11/25 » Mercado de capitais analisa critérios socioambientais de empresas
2020/11/25 » Pix tem quase 4,4 milhões de portabilidade de chaves
2020/11/24 » Maioria dos reajustes até outubro teve ganhos reais, diz Dieese
2020/11/24 » Mercado aumenta previsão de inflação e prevê queda menor do PIB

Ver mais »