Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Pesquisa da CNI indica queda da confiança dos empresários da indústria em junho 20/06/2012

Brasília - A confiança dos industriais caiu, em junho, para o menor nível do ano, ao atingir 56,1 pontos. O indicador ficou 1,8 ponto abaixo do registrado em maio, 57,9 pontos. A pesquisa Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) foi divulgada hoje (20) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Mesmo com a queda do índice este mês, os empresários continuam confiantes, porque o Icei varia de 0 a 100 pontos e valores acima de 50 indicam otimismo.

A CNI avalia que a confiança do empresários diminuiu por causa da crise externa e da retração da demanda interna. Técnicos da confederação consideram que a indústria vive um cenário de estagnação e que entre os empresários do setor há um sentimento de frustração, uma vez que a situação não tem melhorado.

A queda na confiança foi maior nas empresas de grande porte, que registraram Icei de 56,8 pontos, em junho, ante 59,4 pontos, em maio, uma variação de 2,6 pontos. Nas médias empresas, o índice passou de 57,3 para 55,7 pontos, uma queda de 1,6, e nas pequenas empresas, de 55,5 para 54,9 pontos, uma redução de 0,6 ponto.

De acordo ainda com a CNI, o otimismo é menor em praticamente toda a indústria de transformação, com queda do Icei em 21 dos 28 setores pesquisados. A confiança só aumentou na indústria extrativa, cujo índice passou de 59,3 pontos, em maio, para 60,8 pontos, em junho.

A pesquisa também mostra que os empresários estão mais otimistas com o futuro. Embora, o otimismo em relação às condições atual da economia e da própria empresa tenha caído de 48,6 para 46,9 pontos no período, abaixo da linha divisória dos 50 pontos, as expectativas para os próximos seis meses são mais positivas. A confiança na situação da economia e da empresa para os próximos seis meses caiu de 62,6 para 60,6 pontos, mas permanece bem acima dos 50 pontos, o que indica empresários otimistas.

A pesquisa da CNI foi feita com 2.495 empresas, sendo 642 grandes, 987 médias e 866 pequenas, no período de 1º a 18 de junho. (da Agência Brasil)



Últimas

2020/10/23 » Ministério da Infraestrutura entregará planos de logística até 2050
2020/10/23 » OMS: risco de pegar covid-19 em aviões é "muito baixo", mas não zero
2020/10/23 » Cresce pauta sobre home office nas negociações trabalhistas
2020/10/22 » Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos
2020/10/22 » Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia
2020/10/22 » Faturamento do setor de turismo no Brasil tem redução de 33,6% em 2020
2020/10/21 » Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre
2020/10/21 » Decreto inclui Linha 2 do metrô de BH em programa de privatizações
2020/10/21 » Não investir no Brasil será um grande erro, afirma ministro
2020/10/21 » Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses
2020/10/20 » Pacote comercial abre caminho para acordo mais amplo, diz governo
2020/10/20 » SP:acordo da ANTT permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária
2020/10/20 » Como fazer a amortização do FGTS pelo celular
2020/10/19 » Comércio eletrônico e delivery aumentam consumo de embalagens
2020/10/19 » Doria apresenta plano de retomada econômica de São Paulo
2020/10/19 » Produção brasileira de aço cresce 7,5% em setembro
2020/10/16 » Indicador antecedente da economia brasileira cresce 1,2% em setembro
2020/10/16 » Atividade econômica tem alta de 1,06% em agosto, diz Banco Central
2020/10/16 » Rebanho bovino cresce em 2019, influenciado pelo cenário externo
2020/10/15 » Produção de motocicletas aumenta 13,1% em setembro

Ver mais »