Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
CMN reduz para 8% ao ano juros de linha de crédito para empresas afetadas pela crise 06/07/2012

Brasília – As linhas de crédito do Programa Revitaliza, destinado a ajudar empresas de setores afetados pela crise econômica internacional, tiveram os juros reduzidos. O Conselho Monetário Nacional (CMN) diminuiu de 9% para 8% ao ano as taxas cobradas em tais financiamentos.

A redução dos juros foi decidida em reunião extraordinária do CMN no início da noite. O número de setores beneficiados e as demais condições da linha de crédito, como prazo e carência, foram mantidos. Entre os setores contemplados pelo Revitaliza, estão frutas, pedras ornamentais e indústria de brinquedos, de têxteis e de calçados.

Operadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e por instituições credenciadas ao banco de fomento, as linhas do Programa Revitaliza oferecem R$ 6,7 bilhões a 20 setores da economia afetados pela crise internacional. Os financiamentos podem ser usados para estimular as exportações e os investimentos. As empresas de cada setor podem pegar até R$ 150 milhões emprestados.

Os financiamentos para investimento podem ser pagos em até 96 meses (oito anos), com 36 meses (três anos) de carência – prazo para o beneficiário começar a pagar o empréstimo. Para as exportações, as linhas têm prazo de 36 meses, com 18 meses (um ano e meio) de carência. As linhas estão disponíveis até 31 de dezembro de 2013.

De acordo com o Ministério da Fazenda, a mudança ocorreu para concluir o ajuste das linhas de crédito do BNDES ao atual cenário econômico. Na semana passada, o CMN reduziu de 6% para 5,5% ao ano a taxa de juros de longo prazo (TJLP), cobrada na maioria dos financiamentos do banco. (da Agência Brasil, Wellton Máximo)



Últimas

2021/01/27 » Pandemia e fim dos auxílios podem reverter retomada econômica
2021/01/27 » Confiança na construção civil recua depois de seis altas, diz FGV
2021/01/27 » Confiança do consumidor cai pelo quarto mês consecutivo
2021/01/27 » Custo da construção sobe 0,93% em janeiro, anuncia a FGV
2021/01/26 » Micro e pequenas empresas têm até sexta-feira para aderir ao Simples
2021/01/26 » Queda na arrecadação foi “resultado excelente”, diz Guedes
2021/01/26 » Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
2021/01/25 » Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
2021/01/25 » Cepal: exportações da América Latina e do Caribe caíram 13% em 2020
2021/01/25 » Brasileiros acreditam que inflação será de 5,2% nos próximos 12 meses
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/25 » Como contribuir para o INSS por conta própria
2021/01/22 » Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
2021/01/22 » Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
2021/01/22 » Pesquisa da Conab indica queda na produção nacional de café em 2021
2021/01/21 » Entidades consideram acertada manutenção da Selic em 2% ao ano
2021/01/21 » Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
2021/01/21 » Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
2021/01/20 » ANP regulamenta indicação de áreas para exploração de petróleo e gás
2021/01/20 » Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC

Ver mais »