Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Autoridades do Japão desconhecem riscos de acidentes radioativos, dizem especialistas 23/07/2012

Brasília – A Tokyo Electric Power Company, empresa responsável pela Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, no Nordeste do Japão, acusou hoje (23) as autoridades japonesas de desconhecerem a dimensão dos riscos de acidentes radioativos no país, quando houve o terremoto seguido de tsunami, em 11 de março de 2011. Na ocasião, danos nos reatores da usina provocaram explosões e vazamentos radioativos na região.

A conclusão foi apresentada hoje em um painel de especialistas, que investigou as explosões e os vazamentos em Fukushima. A operadora recomendou ainda que as autoridades do Japão devem considerar que o país é propenso a desastres naturais e, por isso, deve ser estabelecida uma mudança de atitude.

Os especialistas compararam as plantas das usinas de Fukushima Daiichi com Fukushima Daini. Segundo eles, em Fukushima Daini os cuidados com a estrutura e a segurança, considerando o controle da pressão e de temperatura dos vasos de contenção do reator, permitem formas alternativas para injetar água, garantindo condições para evitar o agravamento da situação em casos de acidente.

A proposta da operadora de Fukushima Daiichi é para que seja criada uma força-tarefa do governo destinada a aprofundar os estudos sobre terremotos e mudar o sistema atual de controle de terremotos e tsunami no país. Para a empresa, uma das falhas é não ter a clara dimensão sobre os riscos e as ameaças.

O terremoto seguido por tsunami provocou mais de 13 mil mortes e deixou 16 mil desaparecidos no Japão. As explosões e os vazamentos radioativos ameaçaram de contaminação os moradores, principalmente, do Nordeste e Centro-Oeste do país. Até hoje, as autoridades japonesas tentam recuperar a economia da região. (da Agência Brasil, Renata Giraldi. Com informações da emissora pública de televisão do Japão, NHK )



Últimas

2019/11/19 » Petrobras reajusta gasolina em 2,8% nas refinarias
2019/11/19 » Setor de infraestrutura tem feito "mais com menos", diz secretário
2019/11/19 » Déficit primário encerrará o ano abaixo de R$ 80 bilhões, diz Guedes
2019/11/18 » Instituições financeiras elevam expectativa de inflação para 3,33%
2019/11/18 » Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação
2019/11/14 » Atividade econômica cresce 0,91% no terceiro trimestre
2019/11/14 » Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento de abono do PIS/Pasep
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/14 » Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro
2019/11/13 » Privatização da Eletrobras deve reduzir tarifas para os consumidores
2019/11/13 » Caixa reduz para 4,99% a taxa de juros do cheque especial
2019/11/13 » Ministro diz que reforma da Previdência já atrai investidores
2019/11/12 » Setor de serviços cresce 1,2% em setembro, aponta IBGE
2019/11/12 » Cresce apoio do BNDES a projetos de micro, pequenas e médias empresas
2019/11/12 » Países do Brics buscam investimentos privados para infraestrutura
2019/11/12 » Faturamento do mercado de seguros cresceu 18,6% em setembro
2019/11/11 » Brics fomenta cooperação entre economias emergentes há 13 anos
2019/11/11 » Impostos dificultam pequenos e médios negócios, dizem empresários
2019/11/11 » IBGE revisa PIB de 2017 de 1% para 1,3%
2019/11/08 » Indicador da FGV mostra dificuldade de reação do mercado de trabalho

Ver mais »