Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Diminui o número de famílias endividadas em São Paulo 08/10/2012

São Paulo – O número de famílias endividadas na cidade de São Paulo caiu de 1,919 milhão, em agosto, para 1,846 milhão, em setembro, mas ainda supera o total constatado no mesmo mês do ano passado (1,523 milhão). É o que indica a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP).

O levantamento se baseia em 2,2 mil entrevistas feitas em 16 pontos de grande fluxo de consumidores. Os dados apontam que, em setembro, 51,5% dos consultados revelaram ter algum tipo de dívida, índice 2 pontos percentuais menor do que o de agosto (53,5%).

Na avaliação da economista da Fecomercio-SP Fernanda Della Rosa, esses indicadores refletem, pontualmente, a corrida dos consumidores às lojas diante da expectativa de término, em agosto, da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para veículos e eletrodomésticos da linha branca (fogões, geladeiras, máquinas de lavar, entre outros). O estímulo fiscal foi prorrogado por mais 60 dias.

Fernanda Della Rosa também salientou que, em em setembro, a taxa de inadimplência das famílias atingiu 12,8%, a menor variação desde fevereiro (12,1%). O resultado é 2,4 pontos percentuais abaixo do registrado em agosto. Do total de inadimplentes, 48,2% têm contas vencidas há mais de 90 dias.

Segundo Fernanda, a tendência é que o comércio fique aquecido no resto do ano porque ainda há espaço para o endividamento. “A inadimplência está sob controle, há ofertas de emprego e sinais de confiança por parte dos consumidores”, acrescentou.

A economista destacou ainda que o pagamento do décimo terceiro salário também leva ao aumento do consumo. Muitas famílias com atraso nos pagamentos aproveitam para quitar débitos em atraso antes de voltar a fazer compras pelo crediário. De acordo com ela, a Fecomercio-SP projeta crescimento de 5% nos negócios ante 3,4%, em 2011. (da Agência Brasil, Marli Moreira)



Últimas

2020/03/31 » Líderes do Senado divulgam manifesto pelo isolamento social
2020/03/31 » Senado aprova benefício de R$ 600 a autônomos e informais
2020/03/31 » Senado aprova distribuição de merenda escolar aos estudantes sem aulas
2020/03/30 » Senado vota hoje auxílio de R$ 600 para autônomos e informais
2020/03/30 » Coronavírus: BNDES anuncia R$ 2 bilhões de crédito para área da saúde
2020/03/30 » Governo obtém do STF aval para adotar medidas contra o coronavírus
2020/03/27 » Governo anuncia linha de crédito a pequenas e médias empresas
2020/03/27 » Aviões voltam a atender a capitais e outras 19 cidades brasileiras
2020/03/27 » Ministro do STF volta a negar suspensão de MP do contrato de trabalho
2020/03/26 » Japoneses começam a usar a tecnologia 5G
2020/03/26 » Coronavírus derruba ações na Bolsa de Tóquio
2020/03/26 » Japão pode liberar US$ 503 bilhões contra efeitos do coronavírus
2020/03/26 » Japão eleva alerta de viagens para o mundo inteiro
2020/03/25 » Governo define medidas contra covid-19 na assistência social
2020/03/25 » Aneel suspende por 90 dias cortes no fornecimento de energia elétrica
2020/03/25 » EUA pedem que cidadãos norte-americanos deixem o Brasil
2020/03/24 » Covid-19: Brasil tem 46 mortes e mais de 2 mil casos confirmados
2020/03/24 » Empresários pedem a Toffoli segurança jurídica durante pandemia
2020/03/24 » Ministério recomenda adiar vacinação de crianças contra a gripe
2020/03/24 » Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio são adiados

Ver mais »