Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Zonas de exportação vão receber consultoria da Apex-Brasil 28/11/2012

Brasília - As zonas de processamento de exportação (ZPEs), áreas delimitadas onde empresas exportadoras recebem benefícios administrativos e tributários, receberão consultoria da Agência de Promoção de Exportações no Brasil (Apex-Brasil) em assuntos como estratégia comercial e atração de investimentos.

A parceria foi anunciada ontem (27), durante reunião técnica do Conselho Nacional das ZPEs (CZPE), órgão que é presidido pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Também foram discutidos temas como linhas de financiamento e a implantação de uma ZPE em Rondônia, a partir de dezembro deste ano.

De acordo com Gustavo Sabóia Fontenele, secretário executivo do CZPE, o objetivo da parceria com a Apex-Brasil é ajudar na elevação do nível de competitividade das ZPEs. Segundo ele, a primeira atividade conjunta envolvendo a agência e os administradores das zonas de processamento deve ocorrer em janeiro de 2013. "A Apex-Brasil dará um amparo técnico, logístico", disse.

 

Sabóia explicou que embora seja permitido todo tipo de atividade para fins de exportação dentro das zonas de processamento, o objetivo é o de agregar valor a matéria-prima. "Hoje, 47% das nossas exportações são de produtos básicos ou in natura. A proposta da ZPE é ser uma alternativa para que [os produtos] sejam industrializados, processados. Em vez de se exportar o grão de soja, exporta-se o óleo, o farelo, o suplemento alimentar", destacou.

 

Para fazer o processamento de seus produtos na ZPE, é preciso que a empresa interessada tenha pelo menos 80% da receita bruta em vendas formada por exportações. Entre os incentivos administrativos concedidos nessas áreas está a dispensa de licença ou de autorização de órgãos federais para agilizar as operações aduaneiras, com exceção dos controles de ordem sanitária, de interesse da segurança nacional e de proteção do meio ambiente. A vigência dos incentivos previstos para uma empresa em ZPE é até 20 anos, prorrogável por igual período.

 

A reunião técnica do Conselho Nacional das ZPEs continua hoje (28), quando está previsto o encontro entre os representantes da ZPEs e das empresas que farão a venda de serviços de consultoria. (da Agência Brasil, Mariana Branco)



Últimas

2020/08/14 » Mercado de seguros tem queda de 3,5% no ano devido à pandemia
2020/08/14 » OMS minimiza risco de novo coronavírus entrar na cadeia alimentar
2020/08/14 » Paulo Guedes anuncia novos secretários especiais
2020/08/13 » Soros produzidos por cavalos têm anticorpos potentes para covid-19
2020/08/13 » Instituto alemão diz que vacina pode estar disponível logo
2020/08/13 » Lucro líquido da Eletrobras chega a R$ 4,6 bilhões no trimestre
2020/08/12 » Conselho do FGTS aprova distribuição de R$ 7,5 bi para trabalhadores
2020/08/12 » Guedes diz que não apoia eventual tentativa de furar teto de gastos
2020/08/12 » Produção industrial cresce em 14 locais em junho, diz IBGE
2020/08/11 » Vendas para China preveniram choque nas exportações, diz Guedes
2020/08/11 » Débitos de difícil recuperação com o Simples podem ser parcelados
2020/08/11 » Auxílio emergencial manteve economia ativa em municípios mais pobres
2020/08/10 » Sem título
2020/08/10 » SP ultrapassa 25,1 mil mortes causadas por covid-19
2020/08/10 » Como é feita média móvel de casos de covid-19
2020/08/07 » MP destina R$ 1,99 bilhão para viabilizar vacina contra covid-19
2020/08/07 » Cursos de qualificação profissional têm alta demanda na pandemia
2020/08/07 » Senai ensina indústrias a produzirem EPI contra novo coronavírus
2020/08/06 » Bolsonaro sanciona lei de negociação de dívidas das micro empresas
2020/08/06 » Baixa inflação permitiu corte nos juros, avaliam entidades

Ver mais »