Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

Tópicos

 

 

 

 

 

 

(426)Você está em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Câncer de boca, garganta e ânus por HPV cresce nos EUA 09/01/2013

O Relatório Anual à Nação sobre a Situação do Câncer nos EUA, que abrange o período de 1975 a 2009, aponta que as taxas de incidência de tumores de boca, garganta e ânus têm aumentado no país. Entre os anos de 2008 e 2010, a aplicação de vacina contra o vírus do papiloma humano, que causa as alterações celulares, também se manteve baixa entre as adolescentes.

Uma seção especial do documento, que será publicado na edição online da revista "Journal of the National Cancer Institute", é dedicada a uma avaliação dos casos e tendências de tumores ligados ao HPV. O texto mostra que, entre 2000 e 2009, os níveis de câncer na região da orofaringe aumentou entre homens e mulheres brancos, assim como a incidência de tumor anal em brancos e negros dos dois sexos.

Em mulheres brancas e negras, também subiu o número de casos de câncer de vulva. Já as taxas de câncer de colo do útero diminuíram, com exceção das americanas com origem indígena, do Alasca e das que têm baixo nível socioeconômico. Entre os homens, a ocorrência de câncer de pênis ficou estável.

Segundo o diretor do Instituto Nacional do Câncer (NCI, na sigla em inglês) dos EUA, Harold Varmus, o relatório destaca a relação do HPV com vários tipos de tumores e vê nas vacinas a principal forma de combater o vírus. Os investimentos feitos em pesquisas para desenvolver doses seguras e eficazes, porém, só terão o retorno esperado se as taxas de imunização entre meninos e meninas melhorarem bastante a ponto de os protegerem quando forem adultos e se expuserem ao vírus, aponta ele.

O documento revela, ainda, que em 2010 menos da metade (48,7%) das meninas americanas entre 13 e 17 anos haviam recebido pelo menos uma dose da vacina contra o HPV. E apenas 32% tinham tomado as três injeções recomendadas. As populações de meninas que tiveram menos vacinas aplicadas foram as hispânicas, as que moram no sul dos EUA e aquelas que vivem abaixo da linha de pobreza. (Bem Estar)

A atual cobertura nacional com três doses de vacina tem ficado muito abaixo do objetivo do governo americano, que espera que, até 2020, 80% das adolescentes entre 13 e 15 anos sejam alcançadas. Atualmente, as taxas de vacinação no Canadá variam de 50% a 85%, e no Reino Unido e na Austrália são maiores de 70%.

De acordo com os autores do relatório, as falhas na vacinação são decorrentes de uma série de fatores, como recomendações inadequadas, preocupações com reembolso e sistemas inadequados de lembretes para concluir as três doses.

Outros tipos de câncer

O documento ressalta, ainda, que a mortalidade por tumores de mama, próstata, pulmão e colorretal tem caído nos EUA, tanto em homens quanto em mulheres. Apesar disso, entre 2000 e 2009, cresceram os óbitos por câncer de pele do tipo melanoma – apenas no sexo masculino –, fígado, pâncreas e útero.

Esse declínio nas taxas gerais de mortes por câncer é uma tendência que começou no início dos anos 1990. De 2000 a 2009, as taxas caíram 1,8% por ano entre os homens e 1,4% entre as mulheres. A mortalidade entre crianças de até 14 anos também se reduziu 1,8% por ano.

Entre os homens, de 2000 a 2009, os índices de mortalidade caíram em dez dos 17 cânceres mais comuns: pulmão, próstata, colorretal, sangue (leucemia), medula óssea (mieloma), sistema linfático (linfoma não-Hodgkin), rim, estômago, cavidade oral e faringe, e laringe. Por outro lado, as taxas aumentaram para câncer de pele do tipo melanoma, pâncreas e fígado.

Durante o mesmo período, a mortalidade de mulheres diminuiu em 15 dos 18 tipos de câncer mais comuns: mama, colo do útero, pulmão, colorretal, ovários, sangue (leucemia), medula óssea (mieloma), sistema linfático (linfoma não-Hodgkin), cérebro e sistema nervoso, rim, estômago, bexiga, esôfago, cavidade oral e faringe, e vesícula biliar. Na contramão, subiram os casos de tumor de pâncreas, útero e fígado no sexo feminino.

Em relação à incidência da doença, de 2000 a 2009, os casos de câncer diminuíram 0,6% por ano entre os homens, mantiveram-se estáveis entre as mulheres e aumentaram 0,6% por ano entre as crianças de 0 a 14 anos. Nesse intervalo, a incidência de tumores nos homens baixou em cinco tipos (próstata, pulmão, colorretal, estômago e laringe) e subiu em seis (rim, pâncreas, fígado, tireoide, melanoma e mieloma).

Entre as mulheres, caiu em sete tipos (pulmão, colorretal, bexiga, colo do útero, cavidade oral e faringe, ovário e estômago) e aumentou em outros sete (melanoma, tireoide, rim, pâncreas, leucemia, fígado e útero). A ocorrência de câncer de mama em mulheres e de linfoma não-Hodgkin nos dois sexos ficou estável.

Segundo o diretor executivo da Sociedade Americana do Câncer (ACS, na sigla em inglês), a contínua queda na mortalidade por tumores nas últimas duas décadas é razão para comemorar. O desafio agora é criar ferramentas de prevenção e controle para enfrentar os novos obstáculos, como os gerados pelo HPV e pela obesidade.

Esse relatório é produzido desde 1998 por pesquisadores do NCI, da ACS, do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e da Associação Norte-Americana de Registos Centrais de Câncer (NAACCR).



Últimas

2020/02/19 » Comissão Europeia quer criar mercado único de dados
2020/02/19 » Confiança da indústria cai em fevereiro depois de 3 altas seguidas
2020/02/19 » Confiança da indústria cresce 0,7 ponto na prévia de fevereiro
2020/02/18 » Economia segue em processo de recuperação gradual, diz BC
2020/02/18 » FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019
2020/02/18 » Rodovias terão estabelecimentos regulamentados para motoristas
2020/02/17 » Associação alerta motoristas sobre riscos no trânsito durante carnaval
2020/02/17 » Estimativa do mercado financeiro para inflação cai para 3,22%
2020/02/17 » Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
2020/02/14 » Atividade econômica cresce 0,89% em 2019
2020/02/14 » Cerca de 25% dos desempregados procuram emprego há mais de dois anos
2020/02/14 » Taxa de desemprego cai em 16 estados, revela IBGE
2020/02/13 » Abate de bovinos cai e o de suínos e frangos sobe no último trimestre
2020/02/13 » Setor de Serviços fecha 2019 com crescimento de 1%
2020/02/13 » Coronavírus: subida exponencial de mortes e casos. O que mudou?
2020/02/12 » Comércio varejista fecha ano com alta de 1,8% nas vendas
2020/02/12 » Embrapa cria cenoura que dispensa agrotóxico
2020/02/12 » Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão
2020/02/11 » OMS nomeia infecção por coronavírus de Covid-19
2020/02/11 » Inflação do aluguel é de 6,86% em 12 meses

Ver mais »